Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.405,35
    +348,13 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.319,57
    +116,77 (+0,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,50
    +0,46 (+0,65%)
     
  • OURO

    1.763,90
    -10,90 (-0,61%)
     
  • BTC-USD

    35.684,25
    -1.979,88 (-5,26%)
     
  • CMC Crypto 200

    888,52
    -51,42 (-5,47%)
     
  • S&P500

    4.166,45
    -55,41 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    33.290,08
    -533,37 (-1,58%)
     
  • FTSE

    7.017,47
    -135,96 (-1,90%)
     
  • HANG SENG

    28.801,27
    +242,68 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.103,00
    -62,50 (-0,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0361
    +0,0736 (+1,23%)
     

O que são Web Apps

·4 minuto de leitura

Você já entrou em um site pelo navegador do celular e notou que a interface estava muito parecida com a do próprio aplicativo? Trata-se de um Web App, ou seja, uma aplicação que é executada através do próprio navegador. Oferecem, portanto, uma experiência muito parecida com a do app, porém funciona a partir dos recursos do navegador, como Google Chrome, Firefox, Microsoft Edge e outras opções.

Os Web Apps podem ser encontrados em versões para computadores e celulares. No caso dos computadores, é necessário manter o navegador aberto para acessar as funcionalidades, porém são executados em uma janela separada. Uma das vantagens desse recurso é o acesso rápido em comparação com apps nativos – aqueles já integrados ao sistema operacional – e o fácil compartilhamento. Por outro lado, alguns são limitados ao uso online e podem não desempenhar algumas funções.

Progressive Web Apps (PWAs): o que são e como funcionam

Os Progressive Web Apps, ou PWAs, são versões de Web Apps que se aproximam ainda mais da experiência do aplicativo através de uso progressivo. O termo foi criado por Alex Russell, engenheiro do Google Chrome, para evidenciar uma série de novas tecnologias utilizadas por desenvolvedores, como APIs, padrões e protocolos. Algumas novas funcionalidades incluem a possibilidade do uso offline ou independente do navegador, assim como o uso de notificações e o acesso a recursos do aparelho, como a câmera e a localização.

Exemplo de instalação do Web App do Twitter pelo navegador (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)
Exemplo de instalação do Web App do Twitter pelo navegador (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)

A ideia do PWA é de que o site crie uma experiência similar à do aplicativo baixado em lojas como a Google Play Store ou a App Store conforme o tempo de uso – ou seja, de maneira progressiva. Inicialmente, funciona como uma versão do site adaptada para celulares ou navegadores. Conforme o usuário interage com as funções disponíveis, esse Web App adquire mais recursos e se assemelha à versão adaptada ao sistema operacional.

Nos celulares, essa tecnologia segue alguns princípios: é necessário ser facilmente identificável, ou seja, encontrada em mecanismos de busca; deve ser compartilhada através de uma URL; precisa ser responsiva de acordo com o dispositivo usado e enviar notificações; além disso, é necessário ser segura, acessada pela tela inicial e com funcionamento offline ou por conexão fraca.

Os Progressive Web Apps são disponibilizados como uma aplicação separada do navegador. Ao acessar algum site com essa configuração, são exibidas opções para instalá-lo e adicioná-lo à página inicial. Dessa forma, os usuários conseguem abrir o app rapidamente sem a necessidade de pesquisá-lo no navegador. Para o consumidor final, traz diversas vantagens: além de promover o acesso rápido, permite utilizar os principais recursos da plataforma sem a necessidade do download, uma boa alternativa para aparelhos com pouco espaço disponível na memória.

Exemplos de Web Apps

Twitter (Web)

Navegue pelo Web App do Twitter (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)
Navegue pelo Web App do Twitter (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)

A rede social pode ser utilizada como um Web App pelo Google Chrome no desktop e em celulares. A versão para dispositivos móveis é semelhante ao Twitter Lite, removendo alguns recursos como o Fleets e o Espaços.

Pinterest (Web)

Instale o Web App do Pinterest (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)
Instale o Web App do Pinterest (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)

O Pinterest também possui seu próprio Web App para computadores e dispositivos móveis. Em ambos, as principais funções da plataforma são mantidas, incluindo recursos pra salvar Pins e criar álbuns em seu perfil.

Instagram (Web)

Instagram sugere adicionar a página à tela inicial (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)
Instagram sugere adicionar a página à tela inicial (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)

O Instagram pode ser acessado como PWA nos celulares. Ao abrir a página no navegador, um aviso da própria rede social indica a instalação do Web App, que possui funcionamento semelhante ao Instagram Lite: é possível publicar no feed, visualizar Stories e usar o Direct; por outro lado, Reels, IGTV e alguns outros recursos não estão presentes.

YouTube (Web)

Abra o YouTube como Web App em computadores (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)
Abra o YouTube como Web App em computadores (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)

O YouTube possui um Web App para macOS e Windows. Ao acessá-lo no Google Chrome ou navegador baseado em Chromium, é possível selecionar um ícone de download e aproveitar a plataforma de vídeos como um aplicativo separado do navegador. Entretanto, ao fechar o Chrome, o Web App também é encerrado.

Uber (Web)

Solicite viagens pelo Web App (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)
Solicite viagens pelo Web App (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)

Nos celulares, a Uber pode ser acessada e fixada na tela inicial através de um PWA. É possível liberar o acesso às notificações e solicitar corridas pela plataforma.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos