Mercado abrirá em 8 h 13 min
  • BOVESPA

    110.611,58
    -4.590,65 (-3,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.075,41
    +732,87 (+1,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,48
    +0,43 (+0,66%)
     
  • OURO

    1.686,30
    +8,30 (+0,49%)
     
  • BTC-USD

    53.871,04
    +3.378,21 (+6,69%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.087,34
    +63,13 (+6,16%)
     
  • S&P500

    3.821,35
    -20,59 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    31.802,44
    +306,14 (+0,97%)
     
  • FTSE

    6.719,13
    +88,61 (+1,34%)
     
  • HANG SENG

    28.924,92
    +384,09 (+1,35%)
     
  • NIKKEI

    28.885,63
    +142,38 (+0,50%)
     
  • NASDAQ

    12.443,00
    +145,75 (+1,19%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,9718
    +0,0120 (+0,17%)
     

O que o Barcelona precisa fazer para voltar ao topo?

Gustavo Tavares
·3 minuto de leitura

Que o Barcelona vem de crises internas e externas todo mundo já sabe. Começando pela péssima gestão de Bartomeu, que no início de 2018, contratou uma boa quantidade de jogadores com preços inviáveis, principalmente aqueles que chegariam para suprir a saída de Neymar. Como podemos ver, nada deu certo.

O técnico Ernesto Valverde nunca foi totalmente culpado pelo momento do clube, até certo ponto ele tinha junto dele o elenco, pois o que indicava é que apesar dos fracassos do clube na Champions League, o plantel o apoiava e isso era o suficiente.

Até chegar em um certo dia que tudo mudaria, não seria possível sua continuação como treinador do clube pois não mostravam evolução. Fez o que foi pago para fazer: tornar o clube competitivo. Uma boa parte da torcida acredita hoje que Valverde era um bom técnico, eu discordo completamente. Apesar dos bons resultados, sempre apresentou um futebol patético, cansado e 100% dependente de Lionel Messi. Se em alguma partida o time foi bem em conjunto, foi um evento fora da curva. Ernesto é mediano e não é treinador para o nível do Barcelona, nunca será. Atualmente o nível é tão abaixo, que nos acostumamos com qualquer um. Quique Setién que o diga.

FBL-ESP-LIGA-NED-BARCELONA | JOSEP LAGO/Getty Images
FBL-ESP-LIGA-NED-BARCELONA | JOSEP LAGO/Getty Images

Tem também quem acreditou (faço parte dessa lista) que Ronald Koeman mudaria completamente, ou quase isso o nível do Barcelona. Não passava de uma simples ilusão de torcedor que não quer ver mais seu clube no fundo do poço, acreditando em simples e pequenas coisas. Isso é uma missão impossível. O holandês pegou um elenco com o psicológico abalado, jogadores mimados, crises internas e externas mais fortes e o financeiro mais instável do que antes. Resumindo, tinha tudo para dar errado, nós que não percebemos. Na mesma linha do tempo em que Suárez se despediu do clube, o sai e fica de Messi e as eleições para presidente, ele mantém o time competindo dentro do possível. Ele teve coragem de assumir o clube nesse estado.

Elche CF v FC Barcelona - La Liga Santander | Quality Sport Images/Getty Images
Elche CF v FC Barcelona - La Liga Santander | Quality Sport Images/Getty Images

Nada mudaria com uma troca de treinadores, precisa mudar o clube de ponta a ponta. Diretoria até os jogadores. Tudo precisa mudar para que o clube volte a triunfar. O elenco precisa de oxigênio, precisa bombear o coração, precisa de velocidade e jogadores que estejam dispostos a dar tudo pela vitória. Uma transformação e treinos de verdade, porque em algumas partidas eu desconfio do atual treino do clube.

Olhar para dentro de casa, de onde saíram os melhores dos melhores não é difícil. Devem olhar com carinho para a La Masia antes de sair gastando caminhões de dinheiro em jogadores promessas ou Braithwaites vida. A base não vai trazer a Champions League de volta, talvez de um norte. Consertar e focar no futebol deveria ser prioridade se quiser voltar a dominar a Europa.

FC Barcelona v Granada CF - La Liga | Quality Sport Images/Getty Images
FC Barcelona v Granada CF - La Liga | Quality Sport Images/Getty Images

O próximo presidente não vai arrumar nada em pouco tempo. Acredito que tudo possa começar a melhorar na temporada 2022/2023, quando o mandatário realmente se estabilizar no clube. Até lá, precisará resolver centenas de problemas para salvar o clube antes de colocar o Barcelona de volta ao jogo.