Mercado fechará em 1 h 26 min
  • BOVESPA

    108.620,41
    +244,05 (+0,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.652,26
    +646,15 (+1,44%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,93
    +3,43 (+4,37%)
     
  • OURO

    1.669,50
    +33,30 (+2,04%)
     
  • BTC-USD

    19.451,54
    +482,17 (+2,54%)
     
  • CMC Crypto 200

    442,77
    +13,99 (+3,26%)
     
  • S&P500

    3.708,26
    +60,97 (+1,67%)
     
  • DOW JONES

    29.613,62
    +478,63 (+1,64%)
     
  • FTSE

    7.005,39
    +20,80 (+0,30%)
     
  • HANG SENG

    17.250,88
    -609,43 (-3,41%)
     
  • NIKKEI

    26.173,98
    -397,89 (-1,50%)
     
  • NASDAQ

    11.487,00
    +153,25 (+1,35%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2091
    +0,0492 (+0,95%)
     

O que falta para a Inteligência Artificial ser realmente boa?

Inteligência Artificial é um termo que você deve ter ouvido por aí, né? Também chamada de AI (sigla em inglês para Artificial Inteligence), é uma aliada importante do dia a dia das pessoas, além de empresas. Mas talvez você já tenha se perguntado: "O que falta para uma AI ser realmente boa?"

Essa é a resposta que vou trazer para você hoje! Dá uma olhadinha na matéria abaixo que você vai descobrir exatamente o que faz com que uma Inteligência Artificial seja de qualidade e o que falta para ela ser realmente boa.

O que faz uma IA ser considerada realmente boa?

Para entender o que faz de uma IA boa, é importante responder a seguinte pergunta: o que compõe uma Inteligência Artificial? A tecnologia é resultado de uma série de inovações tecnológicas, como Aprendizado de Máquina (também conhecido como Machine Learning), campo de estudo onde computadores aprendem sem serem programados para isso, e Processamento de Linguagem Natural, que é a capacidade de a IA de interpretar e se comunicar em linguagem humana.

<em>A capacidade de pensar é o que torna uma Inteligência Artificial realmente boa (Imagem: iLexx/Envato)</em>
A capacidade de pensar é o que torna uma Inteligência Artificial realmente boa (Imagem: iLexx/Envato)

Em outras palavras, uma IA boa tem a possibilidade de "pensar" de forma complexa e aprender com os costumes das pessoas. É engraçado porque não é tão diferente de nós, né? Pensa assim: quando precisamos aprender algo, buscamos referências de outras pessoas para entender algum assunto, como um aluno.

A Inteligência Artificial trabalha da mesma forma, aprendendo ao analisar situações e pensando em como elas se encaixam, tendo essa habilidade com a principal característica dela, mas também, é capaz de aplicar em contextos diferentes, ou seja: é capaz de se adaptar facilmente. Legal, né?

O que ainda falta para uma Inteligência Artificial ser boa?

Ah! Mas gente, por mais que a Inteligência Artificial tenha avançado muito, ainda falta um longo caminho, tá? É que muito do pensamento que vemos, seja em chatbots - atendentes virtuais que ajudam o consumidor - ou personagens de jogos eletrônicos, é "ensinado" por pessoas reais, ou seja, elas seguem um padrão de pensamento limitado.

Eu sei, parece um pouco confuso, mas olha só: quando a Inteligência Artificial conseguir pensar livremente, ou seja, fazendo mais do que foi programada para fazer, é que ela será realmente considerada boa. Vai ser mais ou menos como em filmes como Eu, Robô, sabe?

<em>A partir do momento que a Inteligência Artificial ter liberdade de pensamento é que ela realmente será completa (Captura de tela: Rodrigo Folter)</em>
A partir do momento que a Inteligência Artificial ter liberdade de pensamento é que ela realmente será completa (Captura de tela: Rodrigo Folter)

Não sabemos quanto tempo vai demorar, mas certamente vai ser impressionante, né? Mas e você, sabia dessa Compartilha com seus amigos e fique de olho, em breve volto com mais curiosidades incríveis para você!

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: