Mercado fechado
  • BOVESPA

    107.773,14
    -1.168,54 (-1,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.776,03
    -823,35 (-1,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,50
    -1,64 (-1,93%)
     
  • OURO

    1.838,60
    +6,80 (+0,37%)
     
  • BTC-USD

    36.441,05
    +1.263,63 (+3,59%)
     
  • CMC Crypto 200

    829,04
    +18,44 (+2,28%)
     
  • S&P500

    4.383,68
    -14,26 (-0,32%)
     
  • DOW JONES

    34.149,51
    -115,86 (-0,34%)
     
  • FTSE

    7.297,15
    -196,98 (-2,63%)
     
  • HANG SENG

    24.656,46
    -309,09 (-1,24%)
     
  • NIKKEI

    27.588,37
    +66,11 (+0,24%)
     
  • NASDAQ

    14.250,75
    -175,75 (-1,22%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2187
    +0,0287 (+0,46%)
     

O que esperar da Realme para 2022?

·5 min de leitura

Com uma história relativamente curta no mercado, a Realme disputa espaço com grandes marcas consagradas. Para 2022, a antiga subsidiária da Oppo tem importantes cartas na manga para conquistar uma fatia ainda maior do mercado.

No ano em que completa quatro anos de fundação, a fabricante chinesa promete lançar um novo “flagship killer” e atualizar a linha principal de celulares. Bem como, há rumores sobre a sua entrada no mercado de dispositivos dobráveis.

Enquanto parte das novidades da marca devem surgir ainda no primeiro semestre, outros supostos projetos podem se concretizar apenas na segunda parte do ano. Para ajudar a organizar melhor tudo o que foi comentado até então, resolvemos separar as principais notícias e rumores sobre o assunto para te ajudar a saber o que esperar da Realme para 2022.

Série Realme GT 2 será uma das principais apostas da marca para o início de 2022 (Imagem: Reprodução/91mobiles)
Série Realme GT 2 será uma das principais apostas da marca para o início de 2022 (Imagem: Reprodução/91mobiles)

Linha Realme GT 2

Revelada nos últimos dias de 2021, a série Realme GT 2 é uma das grandes promessas da marca para o primeiro semestre de 2022. Com o Realme GT 2 Pro, a fabricante quer entrar na disputa direta com os modelos top de linha da Apple, Samsung e Xiaomi.

Apontado como um “verdadeiro flagship premium”, o dispositivo traz o novo processador Snapdragon 8 Gen 1 da Qualcomm. O modelo também será o primeiro a usar um acabamento ecologicamente correto semelhante a um papel, mas com corpo resistente.

Já foi confirmado que Realme GT 2 Pro terá um sensor fotográfico ultrawide com campo de visão de 150º, superando os demais modelos topo de linha do mercado. Indo além do suporte à conexão 5G, o celular terá um sistema multiconexão de 12 pontos, que atua para encontrar a melhor fonte de sinal.

Além dos aparelhos GT 2, a linha Realme GT deve ganhar uma versão ligeiramente menos robusta em 2022. Confirmado anteriormente em certificados de órgãos reguladores, o celular usa o chip Snapdragon 888 e tem câmera principal de 50 MP. É possível que este seja o novo Realme GT 2 Master Edition, considerando que o atual Realme GT Master Edition conta com especificações mais simples que sua versão base.

Linha Realme 9 deve chegar ao mercado com quatro variantes (Imagem: Reprodução/91mobiles)
Linha Realme 9 deve chegar ao mercado com quatro variantes (Imagem: Reprodução/91mobiles)

Série Realme 9

Devido à crise dos chips, a linha Realme 9 acabou sendo adiada para 2022. A expectativa é que os modelos Realme 9, 9i, 9 Pro e 9 Pro Plus cheguem ao mercado ainda no primeiro trimestre do próximo ano.

A fabricante já avisou que realizará dois eventos para o anúncio da próxima geração da linha principal. Dessa forma, o lançamento dos dispositivos pode acontecer em duas etapas ainda sem datas estabelecidas.

Embora poucos detalhes tenham sido revelados, a Realme afirmou que os celulares terão um "ótimo processador mainstream”. Portanto, resta saber quais os chipsets da MediaTek ou da Qualcomm alimentarão os aparelhos.

Smartphone dobrável

Assim como outras marcas, a Realme pode entrar no mercado de dispositivos dobráveis em 2022. Sem nenhuma confirmação oficial, o vice-presidente Xu Qi Chase deu indícios de que um projeto com essa tecnologia estaria em desenvolvimento.

Além disso, a Oppo – que assim como a Realme, pertence ao grupo chinês BBK Electronics – está trabalhando em um celular dobrável. Logo, existe a possibilidade de um “intercâmbio” de tecnologias nos bastidores das duas empresas.

De toda forma, a Realme enfrentará fortes concorrentes ao entrar nesse nicho específico de smartphones. Samsung, Xiaomi e Huawei têm linhas de dispositivos dobráveis bem consolidadas e com uma base de usuários bem constituída, e a Honor também já confirmou o lançamento de um modelo para a categoria.

Realme pode lançar um celular direcionado para o mercado de smartphones de ponta (Imagem: Ivo Meneghel Jr/ Canaltech)
Realme pode lançar um celular direcionado para o mercado de smartphones de ponta (Imagem: Ivo Meneghel Jr/ Canaltech)

Modelo flagship definitivo

Embora a linha Realme GT ofereça uma excelente performance, os modelos ainda têm um desempenho abaixo do esperado em relação à fotografia. Contudo, a marca chinesa pretende mudar esse conceito em 2022.

O vice-presidente Xu Qi Chase anunciou que a fabricante adotará a “estratégia dual-flagship”. Assim, os modelos devem entregar um hardware top de linha combinado com câmeras com sensores de alta resolução.

Sky Li, CEO da Realme, também disse que a companhia trabalha em um dispositivo voltado para o mercado de smartphones de ponta. O que faria a empresa se afastar da proposta de oferecer modelos focados em custo-benefício.

Uma das possíveis novidades do próximo ano, o novo flagship deve competir com os dispositivos “básico premium” da Xiaomi, Samsung e Apple. Contudo, o aparelho deve ter um valor elevado, algo acima dos US$ 800 (cerca de R$ 4.400).

Anunciado em 2020, carregadores UltraDart de 125 W podem chegar ao mercado em 2022 (Imagem: Reprodução/Realme Community)
Anunciado em 2020, carregadores UltraDart de 125 W podem chegar ao mercado em 2022 (Imagem: Reprodução/Realme Community)

UltraDART

Desde meados de 2020, a Realme vem divulgando a tecnologia de carregamento rápido UltraDart. Com potência de 125 W, o novo modelo de carregador consegue fornecer energia completa para um dispositivo em menos de 20 minutos.

O Realme GT 2 Pro deve ser o primeiro modelo da marca com suporte a esse nível de carregamento rápido. Por consequência, essa é uma das inovações mais aguardadas para o ano de 2022.

Madhav Sheth, vice-presidente da Realme América Latina, confirmou que o carregador com a nova tecnologia será comercializado no próximo ano. No entanto, não foi revelado uma janela para a estreia do produto.

Expansão no Brasil

Desde o início de 2021, a Realme realiza um amplo trabalho de expansão do portfólio da marca no Brasil. Com grandes ofertas de dispositivos básicos, intermediários e 5G premium, a fabricante também trouxe ao país diversos vestíveis e fones de ouvido.

A fabricante chinesa tem a meta de ser uma das três principais marcas de smartphones do país. Com isso, a expectativa é que a Realme mantenha os esforços para conquistar o consumidor brasileiro ao longo de 2022.

Além de criar parcerias com lojas físicas e e-commerces, a Realme deve investir em novas ações de relacionamento com os clientes. Bem como, facilitar a chegada das versões globais dos principais produtos do portfólio internacional.

E aí? Quais são as suas expectativas para a Realme em 2022? Não esqueça de compartilhar esse conteúdo com outros fãs da companhia chinesa!

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos