Mercado abrirá em 7 h 44 min
  • BOVESPA

    100.763,60
    +2.091,34 (+2,12%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.294,83
    +553,33 (+1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,77
    +1,20 (+1,10%)
     
  • OURO

    1.826,70
    +1,90 (+0,10%)
     
  • BTC-USD

    20.765,16
    -472,87 (-2,23%)
     
  • CMC Crypto 200

    451,51
    -10,28 (-2,23%)
     
  • S&P500

    3.900,11
    -11,63 (-0,30%)
     
  • DOW JONES

    31.438,26
    -62,42 (-0,20%)
     
  • FTSE

    7.258,32
    +49,51 (+0,69%)
     
  • HANG SENG

    22.059,12
    -170,40 (-0,77%)
     
  • NIKKEI

    26.940,78
    +69,51 (+0,26%)
     
  • NASDAQ

    12.024,25
    -16,25 (-0,13%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5405
    -0,0036 (-0,06%)
     

O que é working title?

Acompanhar o mundo do cinema e séries de TV é, às vezes, se deparar com nomes que não dizem muita coisa. Enquanto está todo mundo ansioso para saber sobre o próximo Vingadores ou o novo capítulo de Star Wars, é comum se deparar com notícias de bastidores sobre projetos um tanto quanto abstratos, como Stellar Vortex ou Blue Harvest. E por incrível que pareça, todas elas têm muito a dizer sobre essas grandes franquias que amamos.

São os chamados working titles, os títulos provisórios ou temporários que os estúdios adotam por diversas razões. Às vezes, eles servem para despistar a imprensa e o público de um anúncio que ainda não foi feito ou então pelo simples fato de o nome que vai ser estampado no cartaz ainda não ter sido definido.

O anúncio de Coringa 2 traz o que parece ser o working title do filme: uma nome provisório com uma pista do que está por vir (Imagem: Reprodução/Todd Phillips)
O anúncio de Coringa 2 traz o que parece ser o working title do filme: uma nome provisório com uma pista do que está por vir (Imagem: Reprodução/Todd Phillips)

Pode parecer uma bobeira, mas é o tipo de coisa que é muito comum em Hollywood e que a gente, enquanto público, quase nunca fica sabendo da existência desses títulos temporários. Trata-se de algo realmente usado em bastidores e que muito de vez em quando escapam e chegam aos fãs.

Como funciona Hollywood

O primeiro tipo de working title é o mais básico de todos e mal precisa de uma explicação para entendê-lo. É aquele nome que é claramente temporário porque ninguém teve uma ideia melhor de como chamá-lo. Ele é bem comum em sequências, por exemplo. Afinal, você não precisa ser muito criativo na hora de dizer que The Batman vai ganhar uma continuação, já que basta chamá-lo de The Batman 2 até ter um nome melhor — isso se houver um.

Por outro lado, há aqueles filmes que as produtoras tratam como segredo de Estado. Imagine quantos projetos Kevin Feige comanda ao mesmo tempo no Marvel Studios e deixar vazar o nome de um longa que só vai chegar aos cinemas em 2025 pode entregar um spoiler de algo que vai ser feito um ou dois anos antes disso. Isso sem falar do prejuízo financeiro que essas antecipações indevidas podem causar.

Multiverso da Loucura foi batizado de Stellar Vortex em referência à America Chavez (Imagem: Divulgação/Marvel Studios)
Multiverso da Loucura foi batizado de Stellar Vortex em referência à America Chavez (Imagem: Divulgação/Marvel Studios)

Só que, ao mesmo tempo, você precisa contratar equipes para trabalhar nesses longas antes desse anúncio oficial acontecer. Roteiristas precisam esboçar o conceito básico da história assim como artistas traçam as primeiras ideias de visual. Assim, como contratar esse pessoal sem chamar a atenção do pessoal que vive garimpando novidades?

É aí que o working title se torna uma ferramenta muito útil. Ele é aquele nome provisório que serve para despistar qualquer curioso. Dificilmente o já citado Stellar Vortex iria chamar a sua atenção, mas e se você visse o nome Doutor Estranho no Multiverso da Loucura? É para dar às equipes mais liberdade de trabalhar sem chamar tanto a atenção é que esses nomes provisórios são tão usados.

A sátira de Star Wars feita por Family Guy se apoiou no working title de O Retorno de Jedi (Imagem: Divulgação/Fox)
A sátira de Star Wars feita por Family Guy se apoiou no working title de O Retorno de Jedi (Imagem: Divulgação/Fox)

Ao mesmo tempo, alguns deles acabam sendo descobertos e se tornam tão famosos quanto os títulos definitivos. Blue Harvest era o título temporário de Star Wars: O Retorno de Jedi e rapidamente se tornou uma referência adorada pelos fãs da saga, sendo referenciada em vários outros produtos — inclusive em sátiras, como em um filme de Family Guy.

Pistas pelo caminho

O curioso é notar que, embora sejam quase sempre abstratos e nada relacionados ao nome definitivo, os working titles acabam tendo uma conexão ou outra com o filme que tentam esconder. Mais do que isso, em alguns casos, até entregam detalhes da trama.

Enquanto a série do Luke Cage no antigo universo da Marvel na Netflix foi apelidada de Tiara em referência ao acessório usado pelo herói nos quadrinhos, Jessica Jones já foi temporariamente chamada de Violet, indicando quem seria o grande vilão da temporada: o Homem-Púrpura. O próprio Stellar Vortex de Multiverso da Loucura também diz muito sobre a trama, já que é uma referência aos portais em forma de estrela abertos por America Chavez.

Echo foi apelidada de Whole Branzino e isso pode dizer muito sobre a trama da série (Imagem: Divulgação/Marvel Studios)
Echo foi apelidada de Whole Branzino e isso pode dizer muito sobre a trama da série (Imagem: Divulgação/Marvel Studios)

Por isso mesmo, a descoberta de alguns títulos de projetos futuros do Universo Cinematográfico da Marvel (MCU, na sigla em inglês) já vem despertando o lado detetive de alguns fãs. A série Coração de Ferro, estrelada pela menina-gênio Riri Williams, vem sendo chamada internamente de Wise Guy — algo como Cara Sábio, em uma tradução literal —, o que levanta algumas dúvidas sobre o que a estreia da heroína adolescente deve trazer.

Echo, o spin-off de Gavião Arqueiro centrado na personagem Maya Lopez, recebeu o working title de Whole Branzino e faz referência a um peixe comum na Europa, o que leva a crer que a personagem deve se envolver com a máfia. É uma aposta que faz sentido com o nome e com a própria jornada da heroína ou que pode ser, no fim das contas, só mais uma forma de despistar o pessoal.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos