Mercado abrirá em 5 h 42 min
  • BOVESPA

    109.951,49
    +2.121,77 (+1,97%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.125,01
    -210,50 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,55
    +0,08 (+0,10%)
     
  • OURO

    1.892,20
    +1,50 (+0,08%)
     
  • BTC-USD

    22.613,21
    -624,11 (-2,69%)
     
  • CMC Crypto 200

    520,83
    -16,06 (-2,99%)
     
  • S&P500

    4.117,86
    -46,14 (-1,11%)
     
  • DOW JONES

    33.949,01
    -207,68 (-0,61%)
     
  • FTSE

    7.885,17
    +20,46 (+0,26%)
     
  • HANG SENG

    21.567,04
    +283,52 (+1,33%)
     
  • NIKKEI

    27.611,78
    +5,32 (+0,02%)
     
  • NASDAQ

    12.592,25
    +47,00 (+0,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5800
    +0,0126 (+0,23%)
     

O que é um sidecar?

O sidecar, para quem não sabe o que é, ou nunca ouviu falar, é exatamente o que a tradução da palavra, do inglês para português, significa: um carro lateral. Ou melhor: um carrinho acoplado à lateral das motocicletas.

A principal função do sidecar é acomodar mais de uma pessoa em uma moto de uma forma confortável e segura, já que o encaixe acaba transformando o veículo de duas rodas em um de três rodas, mais fácil de ser pilotado.

Apesar das três rodas, porém, é importante frisar que um sidecar não é um tipo de moto ou puramente um triciclo. De acordo com as definições do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), há diferenças entre uma moto, um sidecar e um triciclo.

  • Motocicleta: Veículo automotor de duas rodas, com ou sem side-car, dirigido em posição montada;

  • Sidecar: Carro ou caçamba provido de uma roda acoplada na lateral da motocicleta;

  • Triciclo: Veículo rodoviário automotor de estrutura mecânica igual à motocicleta dotado de três rodas.

Sidecar transforma moto em veículo de três rodas, mas não em triciclo (Imagem: Vlad Rudkov/Unsplash/CC)
Sidecar transforma moto em veículo de três rodas, mas não em triciclo (Imagem: Vlad Rudkov/Unsplash/CC)

Como surgiu o sidecar?

Pode ser que você não saiba como surgiu o sidecar, mas o dispositivo criado para ser acoplado em motocicletas é, na verdade, quase tão antigo quanto a própria moto. Enquanto a motocicleta data dos idos de 1869, o sidecar apareceu pela primeira vez em 1883, mas como um acessório projetado para bicicletas.

Apenas 20 anos depois, porém, é que o produto foi devidamente patenteado e teve sua produção iniciada por W.J. Graham e Jonathan A. Kahn. A partir daí, por conta de seu preço mais barato que o de outros veículos, sua utilização se expandiu.

O sidecar passou a ser uma opção para equipar a polícia e as forças armadas, com direito à produção de modelos com a assinatura da Harley-Davidson para o Exército dos Estados Unidos durante a 1ª Guerra Mundial.

Sidecar foi produzido para uso militar nos EUA e na Europa (Imagem: Austrian National Library/Unsplash/CC)
Sidecar foi produzido para uso militar nos EUA e na Europa (Imagem: Austrian National Library/Unsplash/CC)

A “febre” pelo sidecar nos Estados Unidos diminuiu à medida que os carros ficaram mais baratos, mas o carrinho lateral acoplado às motos seguiu em alta na Europa, principalmente para uso militar pelas tropas soviéticas, alemãs e inglesas na 2ª Guerra Mundial.

Sidecar inspirou criação da Jaguar

Um ponto interessante a respeito da história dos sidecars é que eles inspiraram a criação de uma das marcas mais famosas e luxuosas de carros do mundo: a Jaguar. E a história é contada pela montadora no próprio site da Jaguar Brasil.

Segundo a Jaguar, em 1922, Bill Lyons, com apenas 20 anos, conheceu William Walmsley, que estava construindo um sidecar em Blackpool, na Inglaterra, e se empolgou com a oportunidade de montar um negócio lucrativo. Assim surgiu a Swallow Sidecar Company.

A montadora fabricou o primeiro carro, o Austin 7, e em 1927 resolveu tirar a nomenclatura Sidecar do nome da companhia, que passou a se chamar Swallow Coachbuilding Company.

Carrinhos acoplados às motocicletas deram origem à famosa marca de carros de luxo (Imagem: Jade Masri/Unsplash/CC)
Carrinhos acoplados às motocicletas deram origem à famosa marca de carros de luxo (Imagem: Jade Masri/Unsplash/CC)

O sucesso continuou com os lançamentos do SS, SS1, SS2, SS Jaguar 90, SS Jaguar 100, até que, em 1945, a empresa se transformou na Jaguars Cars Limited, dando origem à marca de luxo que hoje é respeitada em todo o mundo.

Onde comprar um sidecar no Brasil?

Agora que você já sabe o que é um sidecar e a origem do acessório, inicialmente fabricado para bicicletas, mas que depois foi incorporado às motos, falta responder a uma questão: onde comprar um sidecar no Brasil?

Há diversas empresas especializadas que produzem o acessório no Brasil, como a Motocarga e a Saidbrasil. Ele pode ser fabricado de acordo com o modelo de moto que o cliente possuir. O preço médio cobrado por um carro lateral de fibra de vidro parte de R$ 3.600, e demora cerca de um mês para ficar pronto.

Há também opções mais luxuosas, que podem custar o preço de um carro usado. É o caso dos sidecars produzidos pela Watsonian, que tem sede em Birmingham, mas exporta para o mundo inteiro.

A marca, responsável por produzir um sidecar para o filme Harry Potter, fechou parceria com a Royal Enfield, e pode mandar o modelo para cá por “apenas” R$ 46 mil.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: