Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.264,96
    +859,61 (+0,67%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.315,69
    -3,88 (-0,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,51
    +1,87 (+2,61%)
     
  • OURO

    1.783,50
    +14,50 (+0,82%)
     
  • BTC-USD

    32.032,69
    -3.637,46 (-10,20%)
     
  • CMC Crypto 200

    776,94
    -73,41 (-8,63%)
     
  • S&P500

    4.224,79
    +58,34 (+1,40%)
     
  • DOW JONES

    33.876,97
    +586,89 (+1,76%)
     
  • FTSE

    7.062,29
    +44,82 (+0,64%)
     
  • HANG SENG

    28.489,00
    -312,27 (-1,08%)
     
  • NIKKEI

    28.010,93
    -953,15 (-3,29%)
     
  • NASDAQ

    14.137,50
    +102,50 (+0,73%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9754
    -0,0607 (-1,01%)
     

O que é um Launcher?

·3 minuto de leitura

Launcher é um tipo de aplicativo que altera a interface da tela inicial de um dispositivo. Apesar de estar presente em sistemas operacionais para computadores, os launchers são popularizados entre os celulares Android, reforçando as possibilidades de personalização do sistema. Na Google Play Store, diversas opções de aplicativos nessa categoria são disponibilizadas, aumentando o leque de opções dos usuários.

Como um Launcher funciona?

O launcher é utilizado na inicialização do dispositivo, substituindo a tela principal e a gaveta de aplicativos por versões próprias. Quando usado, um aplicativo desse tipo pode modificar os ícones de aplicativo, papel de parede, fonte, animações, widgets, atalhos, entre outras opções. A parte visual costuma ser a mais afetada por um launcher, mas alguns apps oferecem recursos extras de sincronização e opções de privacidade.

Nesses casos, além da configuração do próprio aparelho, os launchers disponibilizam um ícone próprio de configurações, no qual os usuários podem aproveitar ao máximo os recursos de customização do aparelho. É possível alterar o posicionamento de apps na gaveta, carregar pacotes de ícones e alternar entre os temas claro e escuro, por exemplo.

De certa forma, cada interface específica do Android,possui um Launcher próprio configurado como padrão. É por conta disso que, ao usar celulares de marcas diferentes, um usuário pode notar diferenças nas animações, ícones e padrões de organização de aplicativos.

É importante ressaltar que um launcher não é configurado para fazer configurações mais específicas no aparelho. As principais áreas de atuação são na tela inicial, na gaveta de apps e no dock de aplicativos. É incomum que um launcher modifique, por exemplo, a barra de notificações ou a interface dos menus: a experiência de utilização do Android ainda é mantida em outras áreas do aparelho.

Exemplos de launchers

POCO Launcher separa os apps da gaveta entre categorias (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)
POCO Launcher separa os apps da gaveta entre categorias (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)

Ao navegar na categoria de personalização, na Google Play Store, é fácil encontrar uma enorme variedade de launchers com objetivos específicos. Alguns procuram trazer uma versão mais simplificada e menos poluída da tela inicial, enquanto outros tentam simular interfaces de outros aparelhos, como iPhone e até mesmo o Windows.

Entre os mais baixados, alguns merecem destaque. O primeiro é o Nova Launcher (Android), que oferece uma grande quantidade de recursos de personalização e não ocupa muito espaço na memória do celular. A Microsoft também entra no segmento com o Microsoft Launcher (Android), que remodela a tela inicial e cria uma plataforma de acesso unificado a diversos serviços da empresa. Por fim, a Xiaomi disponibiliza o Poco Launcher (Android) e o Mint Launcher (Android), usados nos celulares da marca, com opção de ocultar aplicativos e separá-los em diferentes categorias para uso.

Em todos os casos, os launchers sugerem que o aproveitamento dos recursos é maior quando são configurados como os aplicativos de inicialização padrão do seu celular. Isso pode ser feito rapidamente nas configurações do Android, veja o passo a passo a seguir!

Como definir o aplicativo de inicialização padrão no Android

Passo 1: abra as configurações do aplicativo e selecione a aba "Aplicativos";

Vá até a configuração de aplicativos (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)
Vá até a configuração de aplicativos (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)

Passo 2: em seguida, selecione "Escolher aplicativos padrão";

Selecione os apps padrão para diferentes comandos (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)
Selecione os apps padrão para diferentes comandos (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)

Passo 3: toque em "App de início" para configurar um launcher de sua preferência;

Altere o aplicativo usado para a inicialização do sistema (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)
Altere o aplicativo usado para a inicialização do sistema (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)

Passo 4: escolha entre a opção padrão da interface ou qualquer outro launcher instalado. Para alterar, basta repetir o processo.

Escolha um launcher como opção principal (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)
Escolha um launcher como opção principal (Imagem: André Magalhães/Captura de tela)

Qual seu launcher favorito? Comente!

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos