Mercado fechado

O que é um flipchart digital?

O flipchart é um item quase indispensável no ambiente corporativo, já que serve como um auxílio para compartilhar ideias e informações durante reuniões, por exemplo. Porém, ao longo dos últimos anos, ele se modernizou e ganhou características digitais, que melhoram as suas capacidades de colaboração e conectividade.

O que é um flipchart?

Flipchart é utilizado em reuniões e outros compromissos do tipo (Imagem: Depositphotos)
Flipchart é utilizado em reuniões e outros compromissos do tipo (Imagem: Depositphotos)

A tradução direta de flipchart para o português é “cavalete” — ou seja, o suporte para uma superfície de papel em que as informações ou ilustrações são esboçadas. Eles costumam ser utilizados em reuniões, e outros encontros em que uma grande quantidade de informações precisa ser organizada.

Qual é a diferença para um flipchart digital?

Versões modernizadas trazem recursos digitais (Imagem: YouTube/SESA SYSTEMS English)
Versões modernizadas trazem recursos digitais (Imagem: YouTube/SESA SYSTEMS English)

Como o nome sugere, o flipchart digital traz os mesmos objetivos, mas funciona de forma digital. Portanto, são telas eletrônicas em que podem ser feitos desenhos ou escritas, com a mão ou com canetas próprias.

Em outras palavras, o produto funciona como uma espécie de “tablet gigante” sensível ao toque, geralmente de tamanho próximo — ou até maior — que as TVs comuns disponíveis no mercado.

Outra vantagem da versão digital do flipchart é sua capacidade colaborativa, para que reuniões possam acontecer de forma remota. É comum que, nesses casos, o conteúdo escrito na tela seja transmitido em tempo real para cada dispositivo envolvido.

Outra diferença em relação aos painéis tradicionais é a presença de câmeras frontais, para gravar e transmitir as reuniões. Alguns modelos mais avançados ainda contam com sistemas de inteligência artificial para focalizar a pessoa que está falando, entre outros recursos.

Exemplos de flipchart Digital

Diversas marcas possuem suas opções de flipchart ou tela digital para conferências, como:

Tela da Samsung tem versões com até 85 poelgadas (Imagem: Divulgação/Samsung)
Tela da Samsung tem versões com até 85 poelgadas (Imagem: Divulgação/Samsung)

Samsung Flip 3

Uma das linhas mais conhecidas no mercado é a Flip, da Samsung. Sua terceira geração é vendida em tamanhos de 75 ou 85 polegadas, ambas com resolução 4K de 3.840 x 2.160 pixels em modo paisagem.

Um dos diferenciais do produto é a sua tecnologia touchscreen avançada, que possui latência de 34 ms. Além disso, o reconhecimento de 2.048 níveis de pressão permite resultados mais personalizados, especialmente em desenhos ou outros trabalhos artísticos.

Esta superfície de escrita conta com revestimento antimicrobiano, aumentando os níveis de higiene em um produto que costuma ser tocado por muitas pessoas diferentes. Ademais, o produto traz integrado um pacote completo de aprendizagem e produtividade, com aplicações como o Office 360 e outras.

As opções de conectividade também são amplas, com suporte para HDMI, DisplayPort e USB. Quando se trata de pareamento sem fio, o produto é compatível com compartilhamento de tela em dispositivos móveis e computadores com Windows, além de AirPlay 2.

Tela da BenQ vem com caneta stylus (Imagem: Divulgação/BenQ)
Tela da BenQ vem com caneta stylus (Imagem: Divulgação/BenQ)

BenQ Interactive Display for Business

A BenQ, marca taiwanesa de dispositivos eletrônicos, oferece suas telas corporativas em tamanhos de 65 ou 86 polegadas. Em geral, o produto tem propostas bastante semelhantes às do Flip 3.

Uma caneta stylus ativa acompanha o painel na caixa, enquanto o display conta com camadas em prata nano-iônica para resistência contra germes. Ele tem o Android como sistema operacional em versão adaptada, enquanto o conjunto de performance traz 4 GB de RAM e 32 GB de armazenamento interno.

Google Jamboard é serviço que funciona em praticamente qualquer dispositivo (Imagem: Captura de tela/Vinicius Moschen)
Google Jamboard é serviço que funciona em praticamente qualquer dispositivo (Imagem: Captura de tela/Vinicius Moschen)

Google Jamboard

Google também investiu no mercado de telas corporativas com o Jamboard, mas o produto foi descontinuado há alguns anos. Mesmo assim, a marca ainda oferece o serviço Jamboard, que faz parte da família G Suite.

Com ele, é possível desenhar e fazer notas escritas em uma espécie de quadro branco, podendo ser utilizado por qualquer pessoa que tenha uma conta do Google, a qualquer momento.

Há ainda uma integração mais completa com outros serviços da marca, como o Google Drive, Fotos e mais. Portanto, o usuário pode colar links de documentos, imagens e outros conteúdos que possam ajudar no entendimento e colaboratividade.

Modelo da SESA Systemstem tela que gira em 90 graus (Imagem: Divulgação/SESA Systems Intuitif: )
Modelo da SESA Systemstem tela que gira em 90 graus (Imagem: Divulgação/SESA Systems Intuitif: )

SESA Systems Intuitif

Também há opções de marcas menos conhecidas no mercado, mas ainda com recursos semelhantes. O SESA Systems Intuitif oferece uma tela que pode ser rotacionada em 90 graus, possibilitando um formato em modo retrato mais útil em determinadas situações.

Seu “cavalete” ainda conta com rodinhas na parte inferior, o que deve aumentar a facilidade no transporte entre diferentes salas de conferência, por exemplo. Câmera e microfones integrados estão presentes, assim como uma caneta stylus ativa sensível à pressão.

Quanto custa um flipchart digital?

Como se trata de um produto de uso mais profissional, os flipcharts digitais costumam ter preços relativamente altos. O modelo Flip da Samsung, por exemplo, aparece em lojas por valores superiores a R$ 30 mil.

Modelos mais simples podem ser vendidos por preços um pouco mais baixos, mas normalmente estão na casa dos cinco dígitos. Em alguns casos, é necessário entrar em contato com um consultor da empresa para adquirir uma tela do tipo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: