Mercado abrirá em 3 h 51 min
  • BOVESPA

    114.428,18
    -219,81 (-0,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.686,03
    -112,35 (-0,21%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,19
    +0,75 (+0,91%)
     
  • OURO

    1.783,20
    +17,50 (+0,99%)
     
  • BTC-USD

    62.291,31
    +269,75 (+0,43%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.455,21
    +3,58 (+0,25%)
     
  • S&P500

    4.486,46
    +15,09 (+0,34%)
     
  • DOW JONES

    35.258,61
    -36,15 (-0,10%)
     
  • FTSE

    7.205,35
    +1,52 (+0,02%)
     
  • HANG SENG

    25.773,51
    +363,76 (+1,43%)
     
  • NIKKEI

    29.215,52
    +190,06 (+0,65%)
     
  • NASDAQ

    15.312,50
    +22,00 (+0,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4123
    +0,0208 (+0,33%)
     

O que é: Pump and Dump

·4 minuto de leitura

O princípio é bem simples: encontrar, geralmente em grupo, uma maneira de fazer o preço de um ativo subir ao atrair o movimento de compra, para que então aqueles que motivaram alta falsa possam vender rapidamente, despejando-o também em grande escala no mercado. Tudo isso em pouco tempo, ocorrendo em questão de dias ou até mesmo horas.

Com o volume intenso de vendas e o fim da motivação de alta, os preços voltam a despencar em pouco tempo, afetando os investimentos de quem acreditou que o crescimento do ativo fosse real.

No mundo das criptomoedas, normalmente a movimentação é feita como em scams, focando em shitcoins. Isso ocorre por conta do baixo valor desse tipo de moeda, que acaba facilitando a compra em grande escala e ainda atrai investidores que estejam de fora do pump mas que se maravilhem com a margem de lucro alta em um ativo tão barato.

Exemplo: Caso Walmart – Litecoin

O exemplo mais recente ocorreu entre o final da semana passada e essa segunda-feira (13), envolvendo a Litecoin (LTC) e a rede de lojas de departamento Walmart.

Rumores de que a gigante das vendas estaria interessada no mercado de criptomoedas já haviam se intensificado há algumas semanas, após o vazamento de uma oferta de emprego da rede buscar programadores com experiência em blockchains por conta de “grandes planos” em vista.

Com isso, durante o sábado (11) e o domingo (12), foi aumentando o número de menções em páginas especializadas, blogs e afins, de que o Litecoin, moeda segura e já relativamente estabelecida, seria aceito no Walmart (WMT) como forma de pagamento, o que já proporcionou leve aumento à moeda durante o fim de semana.

Já no começo da segunda, a plataforma GlobeNewswire, tradicional fonte de informações sobre criptomoedas, publicou notícia baseada no que seria um comunicado oficial do Walmart. O texto contava até com imagem e aspas do CEO da multinacional, Doug McMillon, falando sobre como o Litecoin seria “Melhor e mais prático de se negociar do que o Bitcoin (BTC)”.

Às 9h54, o preço do Litecoin era de R$ 904,68. No horário de Brasília, a notícia foi publicada pouco antes das 10h30. Exatamente às 10h49, o criptoativo tinha valorizado cerca de 35%, saltando para R$ 1209,37 em 55 minutos.

Haja vista o impacto no mercado, não somente com a alta agressiva, mas com o capital movimentado (nesse mesmo espaço de tempo, pouco mais de R$ 12 bilhões foram gastos somente em Litecoin), o próprio McMillon foi à público desmentir a notícia, além é claro de uma nota oficial do Walmart, no site da empresa, corroborar com a fala de seu diretor.

Pouco depois do meio-dia, a moeda já voltava a bater R$ 913,44. Antes do Pump and Dump, o volume médio movimentado pela Litecoin flutuava entre R$ 12 e 13 bilhões diários.

Entre às 9 horas da manhã de segunda e 9 de terça (14), o valor mais do que triplicou, batendo R$ 47,6 bilhões.

Vale ressaltar que do valor total movimentado, cerca de R$ 24 bilhões, pouco mais da metade das movimentações, foi condensada entre o movimento de alta e baixa estrema registrado entre às 9h54 e às 12h19, sendo aproximadamente R$ 11 bi no auge da compra e pouco mais de R$ 13 bi na queda com vendas. Só esse reflexo indicaria prejuízo de mais de R$ 2 bi para investidores de todo o mundo em questão de minutos.

Entretanto,  pode se considerar que os responsáveis pelo plano de valorização do Litecoin já tinham adquirido anteriormente a maior parte de seus ativos e estavam prontos para venderem quando a notícia fosse desmentida.

Logo, não difícil é somar à equação o fato de que os investidores dos R$ 11 bi comprados em alta, não correspondem, necessariamente, aos mesmos responsáveis pela venda, representando ainda mais prejuízos para quem investiu no ativo assim que soube da fakenews.

Dicas para reconhecer e não cair em um Pump and Dump

– Cuidado com conversas que promovam ativos com liquidez muito baixa com potencial absurdo de crescimento. Por mais que as principais moedas do mercado já tenham custado centavos um dia, certifique-se que se trata de um projeto sério e com potencial, não somente um boato que chame a atenção e que seja capaz de alavancar preços do dia para a noite;

– Mesmo que seja iniciante em investimentos, preste atenção nas informações básicas que os gráficos te dão. Além de poder comparar o andamento do ativo com a alta que chama a atenção, o volume movimentado também pode ser comparado e, conforme o caso da Litecoin, é um bom indicador sobretudo de dumping (despejo);

– Caso identifique uma ação dessas, a recomendação é de que não tente identificar o timing de saída com recursos importantes para sua renda. O risco de erro é alto e ainda pode promover mais movimentações similares no futuro, ao colaborar com o movimento de venda.

This article was originally posted on FX Empire

More From FXEMPIRE:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos