Mercado abrirá em 4 h 21 min

O que é o Google Meet?

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Se você já precisou participar de uma videoconferência, provavelmente já sabe o que é o Google Meet e como funciona. A plataforma do Google é uma das principais opções para realizar chamadas gratuitas, individuais ou em grupo.

Por outro lado, você conhece a origem da plataforma? O mensageiro já era usado desde 2013, bem antes de chamar Google Meet, mas alcançou a popularidade a partir de 2020, impulsionado pelos períodos de isolamento social e mudanças no funcionamento. Saiba mais!

O que é o Google Meet e quando surgiu?

O Google Meet é o serviço de videoconferências do Google, disponibilizado no navegador e em aplicativo para celulares. A plataforma exige apenas uma conta do Google para criar ou participar de chamadas, com a opção para usar áudio, vídeo e texto.

A ferramenta foi lançada em 2017, sob o nome de Hangouts Meet, voltada para o uso corporativo. Era um serviço pago, incluso na assinatura do G Suite (atual Google Workspace). Em abril de 2020, o Hangouts Meet e o Hangouts Chat mudaram de nome e tornaram-se, respectivamente, Google Meet e Google Chat.

Google Meet substituiu o Hangouts Meet (Captura de tela: Matheus Bigogno)
Google Meet substituiu o Hangouts Meet (Captura de tela: Matheus Bigogno)

Em maio de 2020, influenciado pelos períodos de isolamento social na pandemia de COVID-19, o Google disponibilizou os serviços do Meet gratuitamente para todas as pessoas com uma conta na plataforma. Com essa decisão, o aplicativo tornou-se uma das principais opções para chamadas de áudio e vídeo, competindo em um cenário com Zoom, Microsoft Teams e Skype.

Conforme comunicado do próprio Google, o tempo de uso do Meet aumentou 20 vezes somente no primeiro ano de versão gratuita. Em julho de 2021, a empresa anunciou que as chamadas em vídeo por grupos de até 100 participantes teriam um limite de 60 minutos. As chamadas individuais, por outro lado, contam com um limite de 24 horas.

Rapidamente, o Meet tornou-se o principal canal do Google para chamadas entre plataformas, independentemente do uso profissional ou pessoal. Em 2022, a companhia também anunciou que o Duo, app de ligações, seria unificado aos serviços do Meet.

Quais as principais vantagens do Google Meet?

Um dos pontos positivos do Google Meet é a integração com outros serviços do Google. Além de usar a sua conta para participar da plataforma, é possível realizar reuniões rapidamente pelo Gmail e adicionar um link da videoconferência para eventos do Google Agenda, por exemplo.

Interface do Google Meet para celulares permite criar reuniões rapidamente (Captura de tela: André Magalhães)
Interface do Google Meet para celulares permite criar reuniões rapidamente (Captura de tela: André Magalhães)

Além disso, o uso entre diferentes plataformas também facilita o acesso às reuniões: é comum encontrar salas com pessoas participando a partir do navegador ou em celulares. Há destaque para o uso gratuito do aplicativo, ainda que com o limite de uma hora para reuniões.

Por fim, o Google Meet também traz recursos importantes para as chamadas de áudio e vídeo, encontrados em concorrentes. A ferramenta permite compartilhar a sua tela, gravar reuniões e alterar o seu plano de fundo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos