Mercado fechará em 1 h 41 min

O que é notch?

Notch é o nome da área que ocupa a parte superior da tela de um smartphone. Geralmente, o espaço abriga a câmera frontal, sensores e outros componentes importantes que não podem ficar escondidos como as demais peças do celular.

Além do formato tradicional de entalhe em formato de risco, existem outras variações do “topete" de smartphones, incluindo na forma de gota, pílula ou um buraco único. A seguir, saiba o que é notch, quando a tendência surgiu e qual a provável próxima evolução do conceito.

O que é notch?

Notch, também chamado de entalhe, é o recorte usado para acomodar componentes na parte superior frontal na tela dos smartphones. Pode ser uma ou mais peças e, na grande maioria dos dispositivos, o notch agrupa câmeras, sensores de luminosidade, sistemas de biometria (para reconhecimento facial), entre outras características.

O primeiro celular com notch que se tem registro é o Aquos S2, da Sharp, que chegou ao mercado asiático em agosto de 2017. Entretanto, o componente se popularizou mundialmente dois meses depois, em outubro de 2017, quando a Apple anunciou a linha iPhone X com o mesmo recorte na parte superior do telefone.

iPhone X, de 2017, ajudou a popularizar o notch em celulares (Imagem: William Hook/Unsplash)
iPhone X, de 2017, ajudou a popularizar o notch em celulares (Imagem: William Hook/Unsplash)

Para que serve o notch?

Dependendo do celular, o notch pode servir apenas para abrigar a câmera frontal. Esse é o caso, por exemplo, de smartphones com entalhe no formato de gota. Modelos mais avançados, como iPhones e a linha Samsung Galaxy S, usam o entalhe para comportar múltiplas câmeras, protetor de pontos, emissor de luz, alto-falante e até microfone. No caso da Apple, com iPhones recentes, o recorte ganha animações e interações com recursos do sistema, sendo batizade de Dynamic Island (Ilha dinâmica).

O notch também serve como uma forma de otimizar a tela frontal dos dispositivos. Como os componentes ficam mais próximos, as fabricantes conseguiram aumentar o campo de visão dos displays, sem deixar os aparelhos maiores. O recorte é mais discreto e, portanto, ocupa menos espaço do que se fosse uma borda em todo o redor do smartphone.

Notch do <a class="link " href="https://canaltech.com.br/produto/apple/iphone-14-pro/" rel="nofollow noopener" target="_blank" data-ylk="slk:iPhone 14 Pro">iPhone 14 Pro</a> e Pro Max com o recurso Dynamic Island em ação (Imagem: Divulgação Apple)
Notch do iPhone 14 Pro e Pro Max com o recurso Dynamic Island em ação (Imagem: Divulgação Apple)

Tipos de notch

A primeira forma do notch consiste em uma linha retangular alocada na parte superior frontal do celular. Esta ainda é a alternativa mais usada em praticamente todos os smartphones lançados desde 2017. Porém, existem outras versões de notch que podem ser encontradas em dispositivos de diferentes companhias:

  • Notch regular: uma linha horizontal reta. Fica na parte superior central, na parte frontal do telefone, e abriga múltiplos componentes (câmera, sensores, alto-falante etc);

  • Notch em gota: também fica na parte superior central. Reúne somente a câmera frontal única, mas em compensação amplia ainda mais o ganho de tela;

  • Notch em pílula: pode ser na horizontal ou vertical, na parte central ou nas laterais. Costuma ser usado apenas para câmeras;

  • Notch em buraco: funciona do mesmo jeito que o notch em gota. Mas, em vez de uma gota, o formato é de um buraco redondo para uma ou mais câmeras frontais.

Notch em forma de gota é amplamente usado em smartphones Android (Imagem: Divulgação/Google)
Notch em forma de gota é amplamente usado em smartphones Android (Imagem: Divulgação/Google)

Notch: ainda faz sentido?

O recorte flutuante na parte superior da tela se tornou uma espécie de padrão da indústria de smartphones. Tanto é que dificilmente você vai encontrar um aparelho com tela sensível ao toque que não tenha o notch frontal.

O que mudou desde que o formato se popularizou é que as empresas vêm desenvolvendo formas para suprimir ainda mais o “bigode" no display dos celulares. A começar pelas próprias variantes do notch original, que vem perdendo espaço para opções de notch em forma de gota ou buraco, justamente por serem versões mais discretas.

Há, ainda, alternativas que visam excluir completamente o notch da tela dos smartphones, como câmeras retráteis (que “saltam" da parte interna do telefone), painéis deslizantes ou colocar os componentes embaixo da tela. Contudo, essas tecnologias parecem não ter conquistado o mercado por não estarem totalmente otimizadas.

<a class="link " href="https://canaltech.com.br/produto/xiaomi/mi-9t/" rel="nofollow noopener" target="_blank" data-ylk="slk:Mi 9T">Mi 9T</a> é smartphone sem notch e com câmera retrátil (Imagem: Matheus Argentoni)
Mi 9T é smartphone sem notch e com câmera retrátil (Imagem: Matheus Argentoni)

Na lista de celulares sem notch, alguns modelos de destaque são:

Entre as fabricantes que mais têm investido em smartphones sem notch, estão a Xiaomi, Huawei, Oppo e Vivo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: