Mercado fechará em 6 h 4 min
  • BOVESPA

    100.760,67
    +169,27 (+0,17%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.163,01
    -272,44 (-0,56%)
     
  • PETROLEO CRU

    113,27
    +1,51 (+1,35%)
     
  • OURO

    1.824,90
    +3,70 (+0,20%)
     
  • BTC-USD

    20.092,47
    -992,29 (-4,71%)
     
  • CMC Crypto 200

    431,99
    -7,68 (-1,75%)
     
  • S&P500

    3.824,91
    +3,36 (+0,09%)
     
  • DOW JONES

    31.092,78
    +145,79 (+0,47%)
     
  • FTSE

    7.320,04
    -3,37 (-0,05%)
     
  • HANG SENG

    21.996,89
    -422,08 (-1,88%)
     
  • NIKKEI

    26.804,60
    -244,87 (-0,91%)
     
  • NASDAQ

    11.576,25
    -98,00 (-0,84%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4755
    -0,0660 (-1,19%)
     

O que é a famosa e temida Tela Azul da Morte?

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A fatídica Tela Azul da Morte, conhecida em inglês como Blue Screen of Death (BSOD), ocorre quando o sistema operacional encontra um erro crítico que implique no desligamento ou na reinicialização do computador de forma inesperada. A tela aparece de repente, dura alguns segundos e é acompanhada por uma mensagem e código de erro, que informam o usuário sobre o bug ocorrido para diagnóstico aprofundado.

A tela azul ganhou sua fama na família de sistemas operacionais Windows ao longo de anos. Uma das aparições mais icônicas da tela de erro aconteceu durante a demonstração do Windows 98, em 1998, enquanto Bill Gates, então CEO da Microsoft, o apresentava para o público.

Por que a tela azul acontece?

Em termos gerais, a tela azul é consequência de um erro do qual o sistema não pôde se recuperar — a única ação possível, portanto, é a reinicialização do computador. Quando ocorre, tudo que estava em andamento na máquina é encerrado imediatamente, o que pode acarretar perda de dados não salvos.

Os erros que podem ocasionar uma tela azul, porém, são vários. No site oficial da Microsoft, a empresa exemplifica alguns dos casos mais recorrentes:

  • CRITICAL_PROCESS_DIED: esse código de erro aparece quando ocorre uma tela azul decorrido de uma falha de hardware ou problema com um driver instalado;

  • SYSTEM_THREAD_EXCEPTION_NOT_HANDLED: esse erro acontece quando há falhas em drivers instalados no sistema;

  • DPC_WATCHDOG_VIOLATION: Código exibido em telas azuis geradas pela incompatibilidade com firmware ou driver do armazenamento interno, ou por uma possível corrupção nos dados do sistema.

Na prática, a Tela Azul da Morte do Windows não ocorre diretamente devido a erros, mas, sim, pelo próprio sistema. A interrupção imediata serve para que se interrompa tudo que está acontecendo no computador e evite danos maiores, o que é útil quando se trata de um problema de hardware — superaquecimento, por exemplo.

Naturalmente, os códigos de erro da tela azul do Windows mostram apenas o que ocasionou o problema naquele instante, mas as raízes dele podem ser mais profundas — problemas no armazenamento interno, má conexão de componentes ou atualizações problemáticas do sistema. Contudo, a análise da sequência ajuda profissionais e usuários a melhor identificar o que ocasiona os desligamentos repentinos.

A história da tela azul do Windows

A primeira aparição da Tela Azul aconteceu no início dos anos 1990, no Windows 3.0. Nessa época, a causa dos problemas era bem semelhante à atual: quando há algum problema na comunicação de hardware e software, o sistema não consegue se recuperar do problema e precisa interromper todos os processos.

Naquela época, com armazenamentos mais limitados e lentos, interrupções com telas azuis da morte eram ainda mais desagradáveis. Documentos inteiros sem backup podiam ser perdidos de um instante para outro e, uma vez que mecanismos de segurança da informação ainda evoluíam, dados pessoais presentes no computador também poderiam ser perdidos na ocorrência.

A Tela Azul do Windows 8, 10 e 11 é mais amigável, mas igualmente alarmante (Imagem: Reprodução/Microsoft)
A Tela Azul do Windows 8, 10 e 11 é mais amigável, mas igualmente alarmante (Imagem: Reprodução/Microsoft)

A cada geração do Windows, a tela azul passou por transformações. Em todas elas, porém, são apresentadas informações e alternativas para solucionar os bugs encontrados. No Windows XP e 7, por exemplo, informações técnicas são dispostas em código ao fim da tela, logo após de um breve texto cheio de recomendações para o usuário.

Foi a partir do Windows 8 que essa tela mudou, mais uma vez, agora para uma versão ainda mais simples que se manteve até o Windows 11. A BSOD mudou o tom de azul para uma cor mais clara, é ilustrada por uma carinha triste “:(“ e acompanhada pela frase “Seu PC teve um problema que não pôde ser resolvido e agora precisa reiniciar”, seguida do código do erro ocorrido.

Como resolver a tela azul do Windows?

Devido a vastidão de erros possíveis para a Tela Azul da Morte, não existe solução única para o problema. Contudo, quando ocorre, existem boas práticas que podem ajudar o usuário a investigar a questão e, quem sabe, antecipar futuras ocorrências.

A primeira coisa a se fazer é observar a tela azul e o código de erro informado, daí ficar atento a futuras ocorrências. Se rolar de novo, é válido buscar o código de erro no Google e tentar "refazer os próprios passos" para tentar replicar o problema propositalmente (com todos os documentos devidamente salvos e com cópias de recuperação, de preferência).

Se o problema não for grave, ou estiver relacionado ao sistema especificamente, a reinstalação de drivers e programas podem resolver. Se mesmo assim a tela azul voltar a acontecer, é válido considerar restaurar o SO ou fazer uma instalação limpa dele.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos