Mercado abrirá em 4 h 5 min
  • BOVESPA

    108.095,53
    +537,86 (+0,50%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.056,27
    +137,99 (+0,27%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,82
    +0,46 (+0,64%)
     
  • OURO

    1.786,90
    +1,40 (+0,08%)
     
  • BTC-USD

    50.172,36
    -342,15 (-0,68%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.311,07
    +5,95 (+0,46%)
     
  • S&P500

    4.701,21
    +14,46 (+0,31%)
     
  • DOW JONES

    35.754,75
    +35,32 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.337,05
    -2,85 (-0,04%)
     
  • HANG SENG

    24.265,37
    +268,50 (+1,12%)
     
  • NIKKEI

    28.725,47
    -135,15 (-0,47%)
     
  • NASDAQ

    16.393,00
    +0,75 (+0,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2678
    -0,0063 (-0,10%)
     

O que é Facebook Meta?

·3 min de leitura

A Meta é o nome dado à empresa controladora do Facebook e outros produtos relacionados, como Instagram WhatsApp. Anteriormente chamada Facebook Inc, teve a mudança anunciada por Mark Zuckerberg no evento Facebook Connect, em 28 de outubro de 2021.

Essa mudança de marca tem o objetivo de atuar com a expansão do “metaverso”, um conjunto de experiências digitais imersivas que envolvem realidade virtual, realidade aumentada e outras tecnologias que não se limitam às telas 2D. Apesar da mudança de nome, isso não afeta a rede social, que continua conhecida como Facebook. Saiba mais a seguir!

O Facebook mudou de nome?

A rede social Facebook não mudará de nome. Com o rebranding, o Facebook passa a ser um dos produtos da Meta. A mudança foi feita com o nome corporativo da empresa, anteriormente chamada Facebook Inc. Essa situação é similar à mudança feita pelo Google, que lançou a Alphabet em 2015 como uma empresa controladora de todos os serviços associados.

Qual a diferença entre Facebook e Facebook Meta

Antes desse rebranding, a empresa Facebook funcionava como uma empresa-mãe, portanto, era responsável por diversos produtos e outras empresas subsidiárias que formavam esse conglomerado. Entre elas, estão a rede social Facebook, o Instagram, WhatsApp e a empresa Oculus, especializada em realidade virtual.

Meta pretende criar experiências imersivas em um metaverso (Imagem: Reprodução/Meta)
Meta pretende criar experiências imersivas em um metaverso (Imagem: Reprodução/Meta)

A mudança de nome para Meta aplica-se somente para a empresa-mãe. Ou seja, a rede social Facebook continua com o mesmo nome, mas pertence à Meta, assim como Instagram, Oculos e WhatsApp. Após a mudança, o Facebook faz parte do grupo Meta como um dos produtos inclusos, mas não representa o nome da empresa controladora.

Essa alteração faz parte do planejamento da empresa de Mark Zuckerberg para o futuro. As redes sociais representam um papel importante, mas não serão o único foco da empresa: o desenvolvimento do metaverso, com experiências imersivas que vão além das telas dos apps, terá grande importância para os próximos anos. Em entrevista ao The Verge, Zuckerberg comentou que a companhia se divide em dois segmentos: “um para os aplicativos sociais e outro para as plataformas futuras”, explicou o CEO.

O que é o "metaverso"?

A ideia da criação de um metaverso é o grande objetivo da Meta. Esse conceito consiste em criar um ecossistema virtual colaborativo integrando as plataformas, produtos e ferramentas da empresa, de forma que as pessoas consigam compartilhar o mesmo espaço com diferentes tecnologias. Realidade virtual, realidade aumentada e óculos inteligentes são alguns dos recursos utilizados para isso acontecer.

O metaverso permitiria, em um mesmo ambiente, inserir jogos, interações sociais e ambiente de trabalho sem a limitação para uma tela 2D. E, nesses casos, a experiência seria imersiva, para que as pessoas pudessem participar da ação e não apenas visualizá-la. Para o desenvolvimento de hardware e software para realidade virtual e realidade aumentada, a empresa pretende investir US$ 10 bilhões em 2021.

O Canaltech tem um artigo completo detalhando o significado e tudo o já sabemos sobre o conceito metaverso:

Quem é o dono do Facebook?

O Facebook pertence à empresa Meta que, por sua vez, tem Mark Zuckerberg como CEO e figura central. Essa mudança empresarial é tão significativa que afeta até o próprio símbolo de ação da empresa na bolsa de valores: anteriormente conhecido como FB, será alterado para MVRS a partir do dia 1 de dezembro, em referência ao metaverso.

Mark Zuckerberg continua como CEO da Meta (Imagem: Captura de tela/Canaltech)
Mark Zuckerberg continua como CEO da Meta (Imagem: Captura de tela/Canaltech)

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos