Mercado abrirá em 4 h 29 min

O que é e como funciona o OnlyFans

Guadalupe Carniel
·3 minuto de leitura

Ganhar para postar nas redes sociais é o sonho de muita gente. E é assim que o OnlyFans funciona: uma plataforma onde qualquer pessoa pode começar a criar conteúdo exclusivo, seja fotos, textos, vídeos, e receber por isso. Por enquanto, não está disponível o aplicativo para o Brasil, sendo possível acessar a plataforma só na versão web.

O site tem funcionado como uma forma de artistas, principalmente os independentes, se manterem durante a pandemia e, para os fãs contribuir com o trabalho do seu ídolo e ter acesso a material inédito. Entenda a seguir o que é o OnlyFans, como a plataforma funciona e quanto custa.

O que é o OnlyFans

O OnlyFans é um site que surgiu em 2011, em Londres, com foco nos influenciadores, para que eles pudessem monetizar conteúdos exclusivos. Os criadores podem receber mensalmente um financiamento dos fãs. Porém, no início ele não fez sucesso com este público.

Como o site não restringe o conteúdo, o nicho que mais explorou o OnlyFans foi o de entretenimento adulto. Só depois de algum tempo que ele passou a fazer sucesso entre artistas, cantores independentes, influenciadores e outros segmentos. Atualmente, são mais de 85 milhões de usuários e 1 milhão de criadores de conteúdo no mundo cadastrados no site.

O OnlyFans se tornou fonte de renda para diversos artistas (Imagem: Guadalupe Carniel/Captura de tela)
O OnlyFans se tornou fonte de renda para diversos artistas (Imagem: Guadalupe Carniel/Captura de tela)

OnlyFans: como funciona e quanto custa?

No OnlyFans o usuário se cadastra e cria o seu perfil e acessa uma página com os conteúdos de quem segue/assina. Depois, ao clicar em ''Definições'', o usuário pode escolher se sua conta será paga ou grátis.

No OnlyFans existem duas modalidades: a de fãs e de produtores de conteúdo (Imagem: Guadalupe Carniel/Captura de tela)
No OnlyFans existem duas modalidades: a de fãs e de produtores de conteúdo (Imagem: Guadalupe Carniel/Captura de tela)

São possíveis duas modalidades de contas: grátis e paga. A conta grátis não exige pagamento dos seguidores para terem acesso ao conteúdo, mas restringe o conteúdo apenas ao disponibilizado gratuitamente por alguns criadores.

Já a conta paga exige a assinatura por parte do fã, que só então poderá visualizar os posts e interagir com o perfil, o que pode variar entre US$4,99 até US$49,99, de acordo com o estipulado pelo criador. As formas de pagamento aceitas são cartões de crédito e débito internacionais e Wallet Credits, um serviço para dinheiro em uma carteira virtual. Também há o formato avulso, ou pay-per-view, que é pago por conteúdo disponibilizado e gorjetas que podem ser enviadas pelo fã pelo recebimento de foto, mensagem, entre outros.

Como se tornar criador de conteúdo?

Para começar a produzir conteúdo, é preciso enviar uma selfie segurando um documento de identificação e informar uma conta bancária que aceite transações internacionais, já que os pagamentos são feitos em dólares.

Muitos artistas produzem fotos, vídeos exclusivos, além de poderem bater papo diretamente com os fãs, que é um dos serviços mais procurados. O OnlyFans fica com 20% dos ganhos mensais para custos operacionais e repassa os 80% restantes para o dono do perfil. O pagamento fica disponível em sete dias após o pagamento do usuário pela assinatura ou serviço e deve ser feito por uma serviço de transferência digital, para então, transferir para sua conta.

E você? Já pensou em ser pago para postar em suas redes sociais?

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: