Mercado abrirá em 3 h 30 min

O que é Tumblr?

O Tumblr é uma plataforma de criação de conteúdo e hospedagem de blogs com toques de rede social. O serviço mistura Blogger, Twitter e Pinterest para oferecer a possibilidade de produção em formatos de texto, links, citações, GIFs, músicas, áudios e vídeos.

Estima-se que o Tumblr tenha mais de 495 milhões de blogs e mais de 420 milhões de usuários. O site chegou a passar por mal bocados na década passada, mas parece ter conseguido se recuperar parcialmente nos últimos anos.

O Tumblr foi criado em 2007, tendo sido comprado pelo Yahoo em 2013 por US$ 1,1 bilhão. A plataforma está disponível na versão web (navegadores) e para os sistemas operacionais iOS e Android. Atualmente, ele pertence à Automattic, dona do Wordpress.

Essa é a tela inicial do Tumblr na versão web: tem aplicativo para iOS e Android também (Imagem: Alveni Lisboa/Canaltech)
Essa é a tela inicial do Tumblr na versão web: tem aplicativo para iOS e Android também (Imagem: Alveni Lisboa/Canaltech)

Tumblr é blog ou rede social?

O Tumblr é um meio-termo entre blog e rede social. Você verá um formato que se assemelha ao Instagram, com uma imagem em destaque e a possibilidade de interagir com curtidas, compartilhamentos e comentários. Há também as hashtags e algoritmos de distribuição de conteúdo com conforme suas escolhas.

O limite máximo de 4.096 caracteres é bem maior do que a maioria dos rivais de mídias sociais, com possibilidades amplas para a criação. Além disso, não há limite de quantas publicações você pode fazer por dia. Embora tenha essa pegada de blog, conteúdos longos ou densos não costumam fazer sucesso por lá — fotos e vídeos, sim.

Em razão disso, muita gente o usa como blog para divulgar novidades rápidas da sua empresa ou para promover o trabalho, principalmente artistas, escritores e designers. Existe também apelo para conteúdo adulto por lá, seja com contos eróticos, imagens pornográficas ou vídeos de sexo.

Não é preciso se preocupar com a visualização de conteúdo nocivo, pois o Tumblr possui filtros ativados por padrão para barrar conteúdo adulto, sobre dependência de álcool ou drogas e violência. Quem quiser pode desativar tais filtros nas configurações para navegar por publicações deste estilo.

Quem usa o Tumblr?

Qualquer pessoa com mais de 13 anos pode criar um blog para uso pessoal ou empresarial, sem precisar pagar nada por isso. Mesmo assim, não é todo mundo que o utiliza regularmente: entre os famosos, por exemplo, dá para citar o ator Ryan Reynolds.

O público é predominantemente jovem, interessado principalmente em artes, desenhos e memes. Há também bastante apelo por conteúdos sobre comida e alimentação saudável, com várias receitas interessantes para quem deseja aprender a fazer pratos vegetarianos.

Por outro lado, existe um movimento crescente de gente mais velha entrando no serviço em busca dos conteúdos mais adultos. A plataforma chegou a se incomodar com isso, com temor de se tornar um novo OnlyFans, mas retrocedeu na decisão para liberar os nudes.

O serviço é gratuito para todos os usuários, mas há um plano pago para quem deseja uma experiência sem anúncios nem conteúdos promocionais. O Tumblr pago custa US$ 4,99 por mês ou US$ 39,99 por ano, com assinaturas renovadas automaticamente.

Blogs de arte são bastante populares junto ao público do Tumblr (Imagem: Reprodução/Tumblr)
Blogs de arte são bastante populares junto ao público do Tumblr (Imagem: Reprodução/Tumblr)

Como funciona o Tumblr

Normalmente os posts são curtos, lembrando muito os do Instagram, porém com múltiplas imagens postadas uma abaixo da outra, em vez do carrossel em lateral. A ideia do Tumblr é ser um espaço para usar a criatividade livremente, com bastante diversidade de conteúdos, por isso existe uma ampla gama de produtores de conteúdo.

Essas são algumas das tags mais populares de lá:

  • #art

  • #beauty

  • #food

  • #celebrities

  • #fashion

Grande parte das funções de controle e administração do Tumblr são acessíveis pelo Dashboard (painel de controle), que permite ao usuário criar novos posts (texto, foto, vídeo, citação, link, diálogo e áudio) e alterar características de seu espaço na rede.

Além disso, o Tumblr apresenta uma linha do tempo com posts dos tumblrs que o usuário segue, permitindo o envio de mensagens particulares, compartilhamento de postagens, curtidas e comentários. No feed, cada usuário pode ver as novidades das pessoas que segue ou das hashtags selecionadas.

Uma seção exclusiva mostra todas as notificações do seu blog. Essa área é subdivida em quatro seções para facilitar a identificação do aviso:

  1. Tudo

  2. Menções

  3. Reblogs (equivalente ao retuíte)

  4. Respostas

O feed é infinito, ou seja, está sempre carregando mais novidades para exibir conteúdos baseados nos seus gostos, atividades recentes ou "Escolhas da Redação". Isso significa que o usuário provavelmente nunca chegará ao fim da rolagem de tela, pois a rede social exibirá publicações inspiradas nos assuntos marcados.

O Tumblr Blaze deixa você pagar pelo impulsionamento dos posts (Imagem: Reprodução/Tumblr)
O Tumblr Blaze deixa você pagar pelo impulsionamento dos posts (Imagem: Reprodução/Tumblr)

Você não precisa se restringir a um único tumblr: dá para ter vários blogs e todos são gerenciáveis pelo seu perfil. Quem não quiser começar do zero pode pagar por um impulsionamento para alcançar mais gente. Segundo o site oficial, é possível receber centenas de visualizações, criar uma comunidade de fãs e alcançar mais gente com o Tumblr Blaze.

Se você for popular, pode até receber presentes de outros usuários. Esses mimos podem ser dados por seguidores e ainda estão em fase de construção. É provável que seja futuramente implementado um recurso para transforar esses brindes recebidos em dinheiro para o criador.

Como mudar o visual do Tumblr?

Uma das vantagens do Tumblr é a possibilidade de personalização da aparência com templates prontos (gratuitos ou pagos) ou com ajustes manuais. Quem já tem familiaridade com o Wordpress não deve ter tanta dificuldade em lidar com o dashboard, porém os demais podem se assustar com tantas opções.

O Tumblr deixa você editar praticamente tudo: desde o título do seu site até a criação de feeds RSS e AMP (Google). Você deverá criar uma descrição do seu blog, definir um avatar (foto ou logo) e escolher a combinação de cores desejada.

É possível personalizar a cor dos títulos, do plano de fundo e dos realces manualmente. Se você tiver familiaridade com HTML, dá para fuçar no código da página para inserir os elementos desejados, juntamente com CSS.

Você pode configurar seu blog do zero no Tumblr, como no exemplo acima, ou usar um template pronto (Imagem: Alveni Lisboa/Canaltech)
Você pode configurar seu blog do zero no Tumblr, como no exemplo acima, ou usar um template pronto (Imagem: Alveni Lisboa/Canaltech)

O que é uma "pessoa Tumblr"?

O Tumblr ficou conhecido pelo seu padrão visual e pelas fotografias que os usuários postam com filtros. Por seu volume de imagens, as fotos fazem bastante sucesso por lá e, em geral, são de pessoas consideradas estilosas, que usam a estética dos anos 1990.

Assim, as pessoas mais seguidas por seu visual na rede passaram a serem conhecidas como “pessoas Tumblr” e servem de referência para outras redes sociais, como Instagram. Na prática, as "pessoas Tumblr" são influenciadores digitais muito famosos por lá.

O Tumblr virou uma referência visual para muita gente (Imagem: Captura de tela/Guadalupe Carniel/Canaltech)
O Tumblr virou uma referência visual para muita gente (Imagem: Captura de tela/Guadalupe Carniel/Canaltech)

Vale substituir um blog ou Twitter pelo Tumblr?

A resposta é curta e direta: não vale. Embora o Tumblr tenha muitas ferramentas, o serviço não é tão popular como no passado, por isso a audiência é baixa. Além disso, é pouco provável que você tenha um perfil de destaque por lá se não tiver um nicho específico, como conteúdo adulto, beleza ou arte.

Um uso bastante útil do Tumblr é para fortalecer a autoridade de sites por meio de estratégias de SEO (otimização de conteúdo para motores de busca). Por ser um domínio antigo e relevante, apontamentos vindos de blogs de lá podem ajudar na construção de páginas com melhor ranqueamento nos mecanismos de busca.

Quem deseja se aventurar no Tumblr deve fortalecer a presença nas redes sociais e usá-las como um gancho para o serviço. Abrir mão de Instagram, Twitter, TikTok ou até do Pinterest em favor dos blogs não costuma ser uma boa escolha — inclusive porque não há monetização tão desenvolvida como nas mídias sociais.

Faça isso de forma comedida, planejada e sem apostar todas as fichas no serviço, afinal nunca se sabe como será o amanhã e o Tumblr pode ir parar na tumba (desculpe o trocadilho) do dia para a noite.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: