Mercado abrirá em 6 h 56 min
  • BOVESPA

    109.401,41
    -2.522,52 (-2,25%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.799,46
    -434,91 (-0,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    77,30
    +0,37 (+0,48%)
     
  • OURO

    1.785,30
    +4,00 (+0,22%)
     
  • BTC-USD

    17.014,77
    -342,00 (-1,97%)
     
  • CMC Crypto 200

    401,97
    -9,25 (-2,25%)
     
  • S&P500

    3.998,84
    -72,86 (-1,79%)
     
  • DOW JONES

    33.947,10
    -482,78 (-1,40%)
     
  • FTSE

    7.567,54
    +11,31 (+0,15%)
     
  • HANG SENG

    19.336,79
    -181,50 (-0,93%)
     
  • NIKKEI

    27.896,13
    +75,73 (+0,27%)
     
  • NASDAQ

    11.807,25
    +1,50 (+0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5309
    -0,0025 (-0,05%)
     

O potencial impacto das eleições brasileiras no acordo UE - Mercosul

O potencial impacto das eleições brasileiras no acordo UE - Mercosul

As eleições no Brasil podem ter consequências na implementação do acordo entre a União Europeia (UE) e o Mercosul.

Em 2019 os dois blocos assinaram um compromisso comercial tido, na altura, como maior do mundo.

O Mercosul é a quinta maior economia mundial fora da UE, com uma produção anual de 2,2 biliões de euros, e uma população de 260 milhões de pessoas

O conjunto europeu exporta anualmente 45 mil milhões de euros em bens e 23 mil milhões de euros em serviços para o bloco económico da América do Sul.

Para entrar em vigor é preciso que todos os estados membros ratifiquem o acordo. O que ainda não aconteceu.

Pressionada por Paris, Bruxelas quer agora garantias de que a floresta amazónica não será destruída a favor da expansão dos produtores de cereais e gado da América do Sul.

"O governo Macron tem uma posição legítima contra o acordo, em teoria devido a questões ambientais, pelo que estão a ser negociados compromissos ambientais adicionais, mas...

uma vez acordados esses compromissos ambientais e adicionais, não há mais desculpa para não iniciar o processo de ratificação

... neste momento os argumentos agrícolas não foram postos em cima da mesa, nem sequer por França, para impedir o início do processo de ratificação" – explica Jordi Cañas, deputado europeu eleito por Espanha.

Os números do desflorestamento no Brasil aumentaram desde a eleição de Jair Bolsonaro, assim como os cortes orçamentais nas agências federais ligadas ao ambiente.

Duas situações que acabam por estar ligadas, como explica o professor Anthony Pereira, do Kimberly Green Latin American and Caribbean Centre na Florida International University.

"Há uma redução muito significativa na taxa de desflorestação entre 2004 e 2012, que diminuiu cerca de 80%, o que mostra que...

quando há vontade política existe uma infra-estrutura para o Brasil monitorar, dissuadir e travar a taxa de desflorestação

O acordo com o Mercosul fixa metas ambientais a todos os signatários. Muitos países da União Europeia, por exemplo, ainda estão longe dos objetivos em matéria de emissões de dióxido de carbono.