Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.316,16
    -1.861,39 (-1,63%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.774,91
    -389,10 (-0,71%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,38
    -1,63 (-2,01%)
     
  • OURO

    1.943,90
    -2,80 (-0,14%)
     
  • BTC-USD

    23.040,41
    -290,31 (-1,24%)
     
  • CMC Crypto 200

    526,66
    +9,65 (+1,87%)
     
  • S&P500

    4.070,56
    +10,13 (+0,25%)
     
  • DOW JONES

    33.978,08
    +28,67 (+0,08%)
     
  • FTSE

    7.765,15
    +4,04 (+0,05%)
     
  • HANG SENG

    22.688,90
    +122,12 (+0,54%)
     
  • NIKKEI

    27.382,56
    +19,81 (+0,07%)
     
  • NASDAQ

    12.221,00
    +114,25 (+0,94%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5462
    +0,0265 (+0,48%)
     

O Pálido Olho Azul | Conheça filme de mistério da Netflix com Christian Bale

O ano já começa com uma grande estreia para os fãs de mistérios e daquele tipo de ficção que se mistura com realidade. Chega à Netflix no próximo dia 6 de janeiro o filme O Pálido Olho Azul, um suspense de época estrelado por Christian Bale e que traz todo o clima sombrio da literatura vitoriana, além de resgatar alguns personagens históricos bem conhecidos desse período.

O longa é uma adaptação do livro de Louis Bayard lançado no início dos anos 2000 e que se tornou um sucesso justamente por combinar todos esses elementos para criar um thriller gótico à altura de alguns clássicos. Tanto na obra original quanto na versão que chega ao streaming, temos ninguém menos do que o próprio Edgar Allan Poe se transformando em personagem e ajudando em uma investigação misteriosa com um pézinho no sobrenatural.

E é nessa brincadeira que O Pálido Olho Azul chama a atenção. Ao trazer personagens e eventos reais misturados a um crime e situações fictícios, realidade e ficção se misturam de um jeito que você não sabe mais diferenciar um do outro a ponto de ser conduzido pela história do começo ao fim — e é nisso que está a principal aposta da Netflix para essa começo de 2023.

Brincando com a realidade

Como dito, a trama de O Pálido Olho Azul gira em torno de um crime fictício dentro de um contexto real. Assim, tudo começa a partir de uma série de assassinatos cometidos dentro da Academia Militar dos Estados Unidos em 1830. E não basta apenas os homicídios em si: partes do corpo das vítimas também são retiradas, dando um ar macabro a toda a situação.

Sem saber como solucionar esse mistério e temendo que a divulgação do caso manche a imagem da corporação, os militares apelam para um investigador particular para desvendar o responsável pelos crimes. É quando entra em cena Augustus Landor, vivido aqui por Christian Bale.

Filme gira em torno da parceria de Augustus e Edgar (Imagem: Divulgação/Netflix)
Filme gira em torno da parceria de Augustus e Edgar (Imagem: Divulgação/Netflix)

Esse detetive está longe de ser um Sherlock Holmes, sendo muito mais uma figura reclusa e de passado conturbado que deixou para trás a vida de investigador. Ainda assim, intrigado pelo bizarro incidente na Academia Militar, aceita desvendar o que está acontecendo. Para isso, ele recruta um jovem cadete tão melancólico e estranho quanto ele próprio. No caso, aquele que seria conhecido como Edgar Allan Poe (Harry Melling).

E é a partir dessa parceria um tanto quanto estranha que O Pálido Olho Azul se sustenta. Tanto que o grande charme da trama não está necessariamente no mistério em si, mas em como todo o clima macabro construído e o próprio desenrolar dos fatos vão influenciar Poe nas obras que ele vai publicar anos depois. A grande brincadeira é que foi a sua experiência com Landor que o tornaram o grande autor que todos conhecem.

Filme traz um estilo gótico que emula bem a estética de Edgar Allan Poe (Imagem: Divulgação/Netflix)
Filme traz um estilo gótico que emula bem a estética de Edgar Allan Poe (Imagem: Divulgação/Netflix)

Para isso, o que o filme da Netflix preparou foi uma recriação dessa ambientação gótica que está presente nos livros de Edgar Allan Poe e que marcam seu trabalho. Basta ver os trailer para notar que as paisagens noturnas e enevoadas e até mesmo os elementos quase vitorianos são nítidos e remetem à literatura que o autor realmente desenvolveu.

Elenco de peso

Além do peso que o livro empresta para a adaptação, O Pálido Olho Azul conta com outro grande fator que chama nossa atenção. O elenco é realmente impressionante, indo muito além de Christian Bale no papel principal.

Elenco é outro grande destaque do filme (Imagem: Divulgação/Netflix)
Elenco é outro grande destaque do filme (Imagem: Divulgação/Netflix)

Embora o eterno Batman seja um nome e tanto, ele não é a única estrela do filme. Harry Melling mostra que não é mais só o primo de Harry Potter e impressiona pela sua caracterização como Edgar Allan Poe. Além disso, outras grandes figuras de Hollywood também marcam presença, como Gillian Anderson (Arquivo X) e Robert Duvall (O Poderoso Chefão).

Assim, O Pálido Olho Azul tem tudo para ser a primeira grande estreia da Netflix neste ano. Com uma história intrigante baseada em um livro de sucesso e com um elenco de fazer inveja, é tudo o que a gente espera de um bom thriller.

O Pálido Olho Azul estreia dia 6 de janeiro na Netflix.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: