Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.788,10
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    54.135,43
    -320,08 (-0,59%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

O mundo está ficando sem a cor azul

·2 min de leitura
A indústria de tintas está passando por uma crise intensa na cadeia de suprimentos agora, o que é uma má notícia se os projetos de reforma ou reforma de sua casa exigem a cor azul. (Getty Images)
  • Problemas na cadeia de suprimentos está causando uma crise gigante na indústria de tintas

  • Maior fabricante de tintas do mundo está ficando sem matéria-prima

  • Latas de metal usadas para armazenar as tintas também estão em falta

Caso você pensasse que as interrupções na cadeia de suprimentos global afetaram apenas seu recebimento no supermercado ou sua capacidade de obter o produto mais novo da Apple, pense novamente. A indústria de tintas está passando por uma crise intensa na cadeia de suprimentos agora, o que é uma má notícia se os projetos de reforma ou reforma de sua casa exigem a cor azul.

Leia também:

A fabricante de tintas AkzoNobel, maior fabricante do produto na Europa, disse em entrevista para a Bloomberg na quarta-feira (20) que estava ficando sem materiais para fazer alguns tons de azul. O CEO Thierry Vanlancker disse ao outlet que a dificuldade estava relacionada à falta de uma certa tonalidade de cor básica, que é “extremamente difícil” de se obter. “Isso está criando um caos completo”, disse Vanlancker.

Os problemas de AzkoNobel não param por aí, no entanto. O fabricante está tendo mais dificuldade em obter latas de metal para sua tinta porque não consegue colocar as mãos na folha de flandres usada para fazê-las. Isso a forçou a despachar latas de metal vazias pelos países onde opera para retirar sua tinta, porque não pode fabricá-la no local.

Além disso, a AzkoNobel disse que não pode cumprir as entregas de tintas de parede externa devido a força maior, que se refere a catástrofes naturais ou inevitáveis ​​que impedem as empresas de cumprir suas obrigações. Sua explicação: O aditivo necessário para impermeabilizar essas tintas não está disponível.

Custos de matérias-primas estão subindo para produção de tinta

Em um anúncio à mídia sobre os lucros do terceiro trimestre da empresa na quarta-feira, Vanlancker disse que os níveis extraordinários de custo de matérias-primas e interrupções na cadeia de suprimentos impactaram seus negócios. Sua declaração ecoou uma feita por Sherwin-Williams no final de setembro, que também apontou o aumento dos custos de materiais como resinas e polímeros - ingredientes em tintas - e o aço para fazer latas de tinta.

A interrupção da cadeia de suprimentos e o aumento do custo dos materiais dispararam o preço das tintas em alguns mercados. Os preços da Akzo Nobel já subiram 6% em 2021 e devem aumentar de 5 a 6% até o final do ano, de acordo com o Financial Times. A Sherwin-Williams também aumentou os preços.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos