Mercado abrirá em 8 h 23 min
  • BOVESPA

    108.402,27
    +1.930,35 (+1,81%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.354,86
    +631,43 (+1,35%)
     
  • PETROLEO CRU

    90,57
    -0,19 (-0,21%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,10 (-0,17%)
     
  • BTC-USD

    23.819,13
    +508,32 (+2,18%)
     
  • CMC Crypto 200

    556,46
    +13,58 (+2,50%)
     
  • S&P500

    4.140,06
    -5,13 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    32.832,54
    +29,07 (+0,09%)
     
  • FTSE

    7.482,37
    +42,63 (+0,57%)
     
  • HANG SENG

    20.228,71
    +182,94 (+0,91%)
     
  • NIKKEI

    27.972,39
    -276,85 (-0,98%)
     
  • NASDAQ

    13.211,00
    +27,75 (+0,21%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2117
    +0,0023 (+0,04%)
     

O jeito que você dorme pode proteger de doenças neurodegenerativas

Em que posição você costuma dormir? Embora pareça apenas um detalhe, isso pode te proteger de doenças neurodegenerativas, como a esclerose lateral amiotrófica — ou, dependendo, desencadear essas condições. As descobertas vêm de um estudo publicado na revista científica The Lancet.

Para chegar a essa informação, os cientistas estudaram camundongos e identificaram um novo alvo na luta contra a esclerose lateral amiotrófica: o sistema de eliminação de resíduos do cérebro, mais conhecido como sistema glinfático.

O que acontece é o seguinte: no corpo humano, longas cadeias de proteínas se dobram para gerar formas funcionais que permitem a realização de tarefas específicas, como a criação de anticorpos. Porém, às vezes esse processo dá errado e resulta em proteínas “mal dobradas” que podem crescer e se fragmentar, espalhando-se por todo o cérebro.

O acúmulo de proteínas residuais começa antes do surgimento dos sintomas, e os pesquisadores quiseram entender se eliminar ou retardar a disseminação desses resíduos de proteínas pode interromper a progressão da doença. A linha de raciocínio é que, à medida que envelhecemos, a qualidade do sono diminui e o risco de doenças neurodegenerativas aumenta.

Outra informação que guiou o estudo é que distúrbios do sono são um sintoma comum da esclerose lateral amiotrófica, então os pesquisadores acreditam que a função glinfática pode ser prejudicada pela doença em questão.

Dormir na posição correta pode proteger de doenças neurodegenerativas (Imagem: look_studio/envato)
Dormir na posição correta pode proteger de doenças neurodegenerativas (Imagem: look_studio/envato)

Por meio de estudos com camundongos geneticamente modificados, os cientistas descobriram que a função glinfática é mais eficiente ao dormir de lado, em comparação com quem dorme de bruços ou de barriga para cima. As razões para isso ainda não são totalmente compreendidas, mas as principais hipóteses envolvem efeitos da gravidade, compressão e alongamento do tecido.

O que é esclerose lateral amiotrófica?

A esclerose lateral amiotrófica (ELA) acontece por causa da degeneração progressiva de células nervosas especializadas, mas não se conhece a causa específica. A ausência de uma proteína chamada parvalbumina pode estar relacionada com o surgimento da doença, relativamente rara.

O principal sintoma é a fraqueza muscular, mas a doença também traz o endurecimento dos músculos (esclerose) e atrofia muscular (amiotrófica), além de cãimbras, tremor muscular, espasmos e perda da sensibilidade. O tratamento envolve acompanhamento de fonoaudiólogos e fisioterapeutas.

Além de uma boa posição para dormir, também existem outros hábitos que podem ajudar a melhorar a função glinfática e assim prevenir a esclerose lateral amiotrófica, como o Ômega 3, por exemplo. O consumo moderado de álcool também ajuda a eliminar resíduos. Mas tenha cuidado: altas doses tiveram o efeito oposto.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos