Mercado fechará em 48 mins
  • BOVESPA

    109.516,91
    +2.137,98 (+1,99%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    42.761,56
    +494,36 (+1,17%)
     
  • PETROLEO CRU

    44,86
    +1,80 (+4,18%)
     
  • OURO

    1.803,50
    -34,30 (-1,87%)
     
  • BTC-USD

    19.149,16
    +697,20 (+3,78%)
     
  • CMC Crypto 200

    379,63
    +9,88 (+2,67%)
     
  • S&P500

    3.636,26
    +58,67 (+1,64%)
     
  • DOW JONES

    30.091,46
    +500,19 (+1,69%)
     
  • FTSE

    6.432,17
    +98,33 (+1,55%)
     
  • HANG SENG

    26.588,20
    +102,00 (+0,39%)
     
  • NIKKEI

    26.165,59
    +638,22 (+2,50%)
     
  • NASDAQ

    12.043,25
    +138,00 (+1,16%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3861
    -0,0542 (-0,84%)
     

O grande ativo do mundo financeiro hoje é o controle de dados, diz presidente do BC

LARISSA GARCIA
·2 minuto de leitura

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou que o grande ativo do mundo financeiro hoje é o controle de dados, ao falar sobre o open banking (ou sistema financeiro aberto) em evento virtual do Itaú BBA nesta quarta-feira (18). A implementação do open banking, plataforma pela qual o cliente poderá compartilhar informações bancárias em busca de serviços mais vantajosos, será feita em fases até outubro de 2021. A primeira entrará no fim deste mês, quando os bancos terão de fornecer informações de seus produtos e serviços, além de canais de atendimento. No evento, Campos Neto ressaltou que quando uma empresa produz uma mercadoria ou oferece um serviço, ela paga impostos, o que não ocorre com a produção e armazenamento de dados. "Acreditamos que essa é a corrida do ouro", disse. "No mercado de trabalho, há um tempo era difícil achar um programador, hoje é difícil achar um cientista de dados", ressaltou. "Acho que deveríamos estar contratando mais cientistas de dados que macroeconomistas", completou. Segundo ele, há uma tendência de verticalização da indústria de dados, pagamentos e vendas. "Na mesma empresa você é capaz de vender, fazer o pagamento e saber o que o cliente achou do produto. Ainda temos o armazenamento em nuvem, que está 80% concentrado nas mãos de quatro empresas. Se o armazenamento também entra na cadeia, você tem um sistema fechado e impenetrável, acho que essa é a corrida", disse. Verticalização é conceito empresarial em que uma companhia concentra todos os processos para a produção de um produto. Em contrapartida, Campos Neto disse acreditar que a nova tecnologia também poderá gerar segmentação, o que significa cada empresa se especializando em uma etapa do processo. No fim de outubro, o BC criou a figura do iniciador de transação de pagamento, nova modalidade de empresas que atuará no open banking apenas fazendo a conexão entre o consumidor e o meio de pagamento. "Cada player tem uma demanda diferente, um faz a liquidação, outro atua na conectividade e nesse processo teremos empresas que vão se especializar em outras coisas, como em pegar os dados e oferecer serviços", afirmou.