Mercado abrirá em 3 h 12 min
  • BOVESPA

    109.068,55
    -1.120,02 (-1,02%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.725,96
    -294,69 (-0,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,56
    +0,55 (+0,76%)
     
  • OURO

    1.794,90
    -3,10 (-0,17%)
     
  • BTC-USD

    16.830,27
    +32,51 (+0,19%)
     
  • CMC Crypto 200

    395,32
    -6,71 (-1,67%)
     
  • S&P500

    3.933,92
    -7,34 (-0,19%)
     
  • DOW JONES

    33.597,92
    +1,58 (+0,00%)
     
  • FTSE

    7.487,60
    -1,59 (-0,02%)
     
  • HANG SENG

    19.450,23
    +635,41 (+3,38%)
     
  • NIKKEI

    27.574,43
    -111,97 (-0,40%)
     
  • NASDAQ

    11.540,25
    +30,75 (+0,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4745
    +0,0081 (+0,15%)
     

O eclipse solar de outubro vai poder ser visto do Brasil?

O eclipse solar de outubro vai poder ser visto do Brasil?
O eclipse solar de outubro vai poder ser visto do Brasil?

No final do mês de outubro, a apenas seis dias do Halloween, haverá um evento muito interessante para os observadores do céu: um eclipse solar parcial. No dia 25 de outubro, a Lua passará em frente ao Sol, o fenômeno infelizmente não será visível do Brasil e poderá ser visualizado no norte na África, Ásia e Europa;

Essa baixa visibilidade do evento se deve ao pequeno tamanho da Lua em relação à Terra. A sombra projetada pelo satélite natural, a partir do bloqueio da luz do Sol, tem apenas algumas centenas de quilômetros de largura.

Leia mais:

Estima-se que 82% do disco solar será obscurecido pela Lua durante o seu ponto alto, conhecido como o ponto do eclipse central. Vale ressaltar que nenhum lugar da Terra testemunhará um eclipse solar total, já que o Sol e a Lua não estarão perfeitamente alinhados. Portanto, o grande astro composto majoritariamente por hidrogênio e hélio, tomará uma forma crescente, como se uma mordida tivesse sido retirada dele.

<em>Imagem: Como os observadores vão ver o eclipse solar parcial, no final de outubro. Créditos: NASA/Noah Moran</em>
Imagem: Como os observadores vão ver o eclipse solar parcial, no final de outubro. Créditos: NASA/Noah Moran

Além disso, em cada ponto do vísivel do eclipse, ele será visto em proporções diferentes. No polo norte, 82% do Sol será eclipsado; na Rússia até 80% do Sol será eclipsado; essa proporção cai para 70% na China, 63% na Noruega e 62% na Finlândia.

Cautela ao observar um eclipse solar

Caso você esteja em algum desses lugares propícios para enxergar o fenômeno, aqui vai um alerta de segurança: NUNCA olhe para o Sol sem alguma proteção especial para os seus olhos. Astrofotógrafos e astrônomos usam filtros especiais para observar o Sol com segurança durante eclipses solares ou outros fenômenos solares. Óculos de sol comuns não são suficientes para assegurar sua total proteção durante as observações. Observadores que esperam ver o eclipse devem usar óculos solares ou eclipse.

À medida que um eclipse total acontece, o ponto central do fenômeno se move através da superfície da Terra de oeste para leste. Durante um eclipse parcial, como o que vai acontecer no final de outubro, esse ponto central ou passará acima do polo norte ou abaixo do polo sul e não cruzará a superfície da Terra.

O eclipse central ocorre quando ele está em seu ponto máximo na Terra, onde uma linha imaginária, conectando os centros do Sol e da Lua, encontra a superfície do nosso planeta. Como explicado anteriormente, esse ponto não é fixo durante um eclipse.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!