Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.608,76
    -345,14 (-0,35%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.036,38
    +293,23 (+0,61%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,91
    +2,48 (+2,29%)
     
  • OURO

    1.808,80
    +7,30 (+0,41%)
     
  • BTC-USD

    20.347,34
    +1.155,44 (+6,02%)
     
  • CMC Crypto 200

    441,20
    +21,06 (+5,01%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,86 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.232,65
    +64,00 (+0,89%)
     
  • HANG SENG

    21.830,35
    -29,44 (-0,13%)
     
  • NIKKEI

    26.506,61
    +352,80 (+1,35%)
     
  • NASDAQ

    11.692,25
    +81,00 (+0,70%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5471
    -0,0069 (-0,12%)
     

O Citigroup vê chances de recessão global próximas de 50%

Logo do Citi

(Reuters) - O Citigroup prevê uma probabilidade de quase 50% de uma recessão global, uma vez que os bancos centrais correm para aumentar as taxas de juros para acabar com a inflação, que tem sido parcialmente alimentada pelo impacto da guerra da Ucrânia e da pandemia de Covid-19.

A recessão é um "risco cada vez mais palpável" para a economia, escreveram analistas do Citigroup em uma nota na quarta-feira, em que avaliam a provável trajetória de crescimento global nos próximos 18 meses.

"A experiência da história indica que a desinflação muitas vezes acarreta custos significativos para o crescimento, e vemos a probabilidade agregada de recessão se aproximando agora de 50%", disseram os analistas.

Vários bancos centrais, incluindo o Federal Reserve dos EUA, têm aumentado agressivamente as taxas de empréstimo à medida que o custo de vida atinge níveis recordes. O chair do Federal Reserve, Jerome Powell, disse na quarta-feira que o banco central norte-americano não está tentando desencadear uma recessão, mas que está empenhado em controlar os preços.

O Citigroup disse que, embora os riscos de recessão sejam maiores, todos os três cenários de um "pouso suave, inflação mais alta e recessão global (são) plausíveis e devem permanecer em nosso radar", com algo mais próximo de um pouso suave como seu cenário básico.

(Reportagem de Pushkala Aripaka e Subhadeep Chakravarty em Bengaluru)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos