Mercado fechado

O 4G melhorou em até 10% com nova faixa de frequência, aponta estudo

Rafael Arbulu

A liberação da frequência de 700MHz ampliou as capacidades de oferta e estabilidade da conexão 4G em 10%, segundo pesquisa feita pela Open Signal. De acordo com o levantamento, que monitorou as ofertas da quarta geração de internet móvel em 10 capitais, a nova faixa de frequência também contribuiu para que as principais operadoras do país conseguissem maior penetração de mercado.

As cidades de Belo Horizonte, Fortaleza, Manaus, Recife, Porto Alegre, Salvador, São Paulo, Curitiba, Brasília e Rio de Janeiro foram o alvo da pesquisa, sendo que a Open Signal aponta que a faixa de 700MHz já está disponível há algum tempo para o público em geral. Cerca de 16% das medições de velocidade foram feitas na nova faixa.

Pesquisa da OpenSignal mostra que nova faixa de frequência melhorou em até 10% a oferta de serviços e conexão 4G no Brasil

“Houve melhorias grandes em quase todas as cidades, de 5% a 10% em disponibilidade. Isso significa mais tempo por mês com que as pessoas se conectam no LTE”, declarou o CEO da empresa, Brendan Gill, durante coletiva realizada na Futurecom 2019. Segundo a empresa, o avanço pôde ser registrado em melhores taxas de download, porém o real progresso veio na disponibilidade: como a nova faixa traz maior alcance que as demais bandas (1,8 GHz e 2,5 GHz), o sinal torna-se mais evidente em mais áreas de abrangência. A média de avanço foi de 4% nas capitais pesquisadas, sendo que Porto Alegre sozinha registrou 10%.

A expectativa agora é a de que a capacidade recém registrada do 4G (e, futuramente, do 5G) no Brasil melhore a oferta de serviços mais exigentes de uma conexão, como transmissões e reprodução de vídeos em alta definição e aplicações que façam uso da voz. Segundo a Open Signal, haverá ainda uma medição feita pela empresa voltada ao setor de games mobile. “E, com o futuro leilão de licenças 5G planejado para o começo do próximo ano – incluindo mais espectro na banda de 700 MHz -, esperamos que a experiência de rede móvel continue a melhorar com a maturidade do mercado”, disse a empresa.

Você sentiu alguma diferença na sua conexão? Conte para nós nos comentários abaixo!

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: