Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.976,70
    -2.854,45 (-2,55%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.668,64
    -310,37 (-0,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,28
    -1,66 (-2,13%)
     
  • OURO

    1.754,00
    +8,40 (+0,48%)
     
  • BTC-USD

    16.563,75
    -25,30 (-0,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    386,97
    +4,32 (+1,13%)
     
  • S&P500

    4.026,12
    -1,14 (-0,03%)
     
  • DOW JONES

    34.347,03
    +152,97 (+0,45%)
     
  • FTSE

    7.486,67
    +20,07 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    17.573,58
    -87,32 (-0,49%)
     
  • NIKKEI

    28.283,03
    -100,06 (-0,35%)
     
  • NASDAQ

    11.782,80
    -80,00 (-0,67%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,6244
    +0,0991 (+1,79%)
     

Nvidia GeForce RTX 4050 vaza em teste equipando notebook da Samsung

A versão para notebooks da ainda não anunciada Nvidia GeForce RTX 4050 acaba de ser encontrada em um resultado de benchmark, equipando um notebook desconhecido da Samsung.

A novidade, que pode ser revelada já durante a CES 2023, apareceu acompanhada de CPU Core i7 da 13ª geração — que também pode ser apresentado na feira de tecnologia do início do ano — e apresentou um salto notável de performance quando comparada à sua antecessora.

O registro foi encontrado pelo perfil do Twitter BenchLeaks no banco de dados do PugetBench, teste popular que avalia a performance de componentes em programas profissionais, como o editor de vídeos Adobe Premiere Pro, utilizado na avaliação em questão.

Explicitamente citada na lista de especificações, a RTX 4050 estava acompanhada de um Intel Core i7 13700H, 16 GB de RAM DDR5-6400 e Windows 11 Pro, em um laptop Samsung inédito, de número de modelo NP960XFH.

Acompanhada de um Core i7 13700H e 16 GB de RAM DDR5-6400, a Nvidia GeForce RTX 4050 foi encontrado em um notebook da Samsung no banco de dados do PugetBench (Imagem: PugetBench)
Acompanhada de um Core i7 13700H e 16 GB de RAM DDR5-6400, a Nvidia GeForce RTX 4050 foi encontrado em um notebook da Samsung no banco de dados do PugetBench (Imagem: PugetBench)

O número sugere que este é o sucessor do Galaxy Book 2 Pro, cujo modelo é NP950XEE (no caso da versão brasileira), possivelmente adotando o nome Galaxy Book 3 Pro, caso a gigante sul-coreana mantenha o sistema de nomenclatura da geração anterior.

Se esse cenário se confirmar, teremos uma mudança curiosa e significativa no processamento, levando em conta que o atual ultrabook premium da marca apostou em uma combinação mais modesta, com CPU Intel Alder Lake-P de 35 W e GPU Intel Arc.

Em relação ao desempenho, a máquina obteve uma pontuação geral de 1.124 pontos, com o chip gráfico atingindo os 57,4 pontos. Trata-se de um avanço notável em comparação à RTX 3050, que marcava 43,4 pontos no mesmo benchmark, e até frente à RTX 3050 Ti, com 48,9 pontos — são avanços de 32% e 18%, respectivamente.

Dito isso, é importante ter em mente que não há informações sobre a quantidade de memória embarcada na RTX 4050, nem sua configuração de consumo, essenciais para ditar a performance em um notebook.

Ao que tudo indica, não deve demorar muito para que tenhamos mais detalhes sobre o laptop e as novas CPUs e GPUs de Intel e Nvidia. Com um número crescente de vazamentos como esse, a possibilidade de que os anúncios de ambas as famílias ocorram na CES 2023, marcada para janeiro, é grande.

RTX 4050 para notebooks pode chegar na CES

Primeira grande feira de tecnologia a acontecer a cada início de ano, e uma das principais para computação, a CES 2023 está marcada para o começo de janeiro, e deve contar com a participação das maiores empresas de eletrônicos e componentes do mercado, como Intel, Nvidia e Samsung.

Segundo os rumores, a 13ª geração de processadores Raptor Lake para notebooks deve ser anunciada na ocasião, acompanhada de laptops atualizados, incluindo a nova geração do Galaxy Book Pro.

Com a suposta estreia da família Intel Raptor Lake para notebooks, a Nvidia pode acabar pressionada a revelar a linha RTX 4000 mobile ainda em janeiro, na CES (Imagem: Intel)
Com a suposta estreia da família Intel Raptor Lake para notebooks, a Nvidia pode acabar pressionada a revelar a linha RTX 4000 mobile ainda em janeiro, na CES (Imagem: Intel)

Diante disso, é extremamente possível que a linha GeForce RTX 4000 mobile marque presença na feira, especialmente por pressão das fabricantes — sem novos modelos de chips gráficos, as marcas acabariam forçadas a utilizar GPUs antigas nos notebooks estreantes, mesmo com a chegada das CPUs, o que os tonaria obsoletos rapidamente, situação que chegou a acontecer com a 11ª geração da Intel. Resta saber se a Nvidia realmente cederá, ou se agirá para lançar as placas de laptop apenas no outro ano, como de costume.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: