Mercado fechará em 6 h 29 min
  • BOVESPA

    129.663,44
    +149,82 (+0,12%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.558,32
    +387,54 (+0,77%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,51
    +0,21 (+0,29%)
     
  • OURO

    1.788,30
    +11,60 (+0,65%)
     
  • BTC-USD

    32.920,60
    -958,59 (-2,83%)
     
  • CMC Crypto 200

    788,52
    +1,91 (+0,24%)
     
  • S&P500

    4.277,20
    +10,71 (+0,25%)
     
  • DOW JONES

    34.390,42
    +193,60 (+0,57%)
     
  • FTSE

    7.134,94
    +24,97 (+0,35%)
     
  • HANG SENG

    29.288,22
    +405,76 (+1,40%)
     
  • NIKKEI

    29.066,18
    +190,95 (+0,66%)
     
  • NASDAQ

    14.377,75
    +23,50 (+0,16%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,8699
    +0,0076 (+0,13%)
     

Nvidia e Valve querem trazer DLSS para jogos no Linux; veja como vai funcionar

·2 minuto de leitura

Durante a Computex 2021, a Nvidia anunciou uma parceria com a Valve para implementar o DLSS (Deep Learning Super Sampling) em jogos no Linux. Os games rodarão via Proton, ferramenta da Steam que torna os títulos compatíveis com sistemas operacionais baseados no kernel de código aberto.

Para quem não está familiarizado, a tecnologia melhora a qualidade de resolução dos jogos — transformando 1080p em 4K, por exemplo —, mas ela só é compatível com as placas de vídeo RTX 2000 ou superiores.

Com a novidade, os usuários de Linux poderão equipar seus computadores com as placas de vídeo e tirar mais proveito delas. Cerca de 60 jogos já estão habilitados para funcionar, mas metade deles fluiu bem com o Proton.

Concorrência com a AMD

As placas Radeon da AMD são mais populares e funcionais entre os usuários de Linux. Isso é fruto de um trabalho iniciado em 2015, quando a companhia abriu o código-fonte de seus drivers. A ação melhorou a qualidade e o desempenho das GPUs no sistema operacional, facilitou a instalação de atualizações e eliminou bugs e erros de compatibilidade.

Também durante a Computex, a fabricante revelou a FidelityFX Super Resolution (FSR), a alternativa de código-aberto da companhia para competir com o DLSS da Nvidia. Sem mostrar muitos detalhes técnicos, a novidade foi apresentada rodando Godfall em uma Radeon RX 6800 XT. O hardware foi comparado à GTX 1060 e, segundo os dados da AMD, melhorou o FPS em 41%.

O plano da NVIDIA e da Valve pode não ser tão chamativo para quem usa Linux, já que os sistemas atuais funcionam melhor e o FRS chega em 22 junho. Ainda assim, é o primeiro passo da companhia para conquistar um público que, historicamente, está bem afastado de seus produtos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos