Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.345,82
    +1.857,94 (+1,71%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.376,89
    -141,41 (-0,27%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,55
    +0,27 (+0,24%)
     
  • OURO

    1.852,50
    +10,40 (+0,56%)
     
  • BTC-USD

    29.325,54
    -590,09 (-1,97%)
     
  • CMC Crypto 200

    658,56
    -16,31 (-2,42%)
     
  • S&P500

    3.973,75
    +72,39 (+1,86%)
     
  • DOW JONES

    31.880,24
    +618,34 (+1,98%)
     
  • FTSE

    7.513,44
    +123,46 (+1,67%)
     
  • HANG SENG

    20.470,06
    -247,18 (-1,19%)
     
  • NIKKEI

    27.001,52
    +262,49 (+0,98%)
     
  • NASDAQ

    12.055,00
    +214,25 (+1,81%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1467
    -0,0061 (-0,12%)
     

Nubank implementa serviço de compra e venda de criptomoedas

Agora será possível comprar e vender criptomoedas dentro do aplicativo do Nubank (NELSON ALMEIDA/AFP via Getty Images)
Agora será possível comprar e vender criptomoedas dentro do aplicativo do Nubank (NELSON ALMEIDA/AFP via Getty Images)
  • Implementação será feita de maneira gradual para todos os clientes do Nubank

  • Serão oferecidas a compra e venda de Bitcoin e Ethereum

  • Negociações acontecerão dentro do próprio aplicativo do banco digital

Nesta quarta-feira, 11, o Nubank anunciou que está implementando uma ferramenta de compra e venda de criptomoedas dentro de seu aplicativo. O novo recurso será distribuído de forma gradual para os 54 milhões de clientes do banco digital, devendo estar disponível para toda a base de clientes no final de junho.

O serviço será oferecido em parceria com a provedora de infraestrutura de blockchain Paxos Trust, que entrará como corretora e custodiadora das criptomoedas. Com isso, será possível negociar em Bitcoin e em Ethereum. Espera-se também que em breve seja possível comercializar a Pax Dollar, uma stablecoin atrelada ao dólar da própria Paxos.

Para David Velez, CEO e fundador do Nubank, os criptoativos são uma tendência crescente na América Latina."Temos acompanhado o mercado de perto e acreditamos que existe um potencial transformacional na região”, afirmou.

A disponibilização desse serviço dentro do aplicativo do próprio branco significa que não será necessário que os clientes da fintech abram contas em outras instituições, ou necessitem transferir valores para fora de suas contas.

Até então os clientes do banco, e outros que possuíam contas na corretora NuInvest, permitia que os clientes tivessem acesso a criptomoedas por meio de ETFs, ou fundos de índices.

Esse mesmo tipo de serviço já é realizado pelo Mercado Pago, instituição financeira da gigante varejista latinoamericana Mercado Livre, em parceria também com a Paxos. Nesta fintech, no entanto, já é possível desde sua implementação a compra de Pax Dollars (USDP), o que permite a compra de um análogo ao dólar americano.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos