Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.910,10
    -701,55 (-0,62%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.661,86
    +195,84 (+0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,29
    +0,68 (+0,79%)
     
  • OURO

    1.792,30
    -2,70 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    37.615,48
    +847,23 (+2,30%)
     
  • CMC Crypto 200

    863,83
    +21,37 (+2,54%)
     
  • S&P500

    4.431,85
    +105,34 (+2,43%)
     
  • DOW JONES

    34.725,47
    +564,69 (+1,65%)
     
  • FTSE

    7.466,07
    -88,24 (-1,17%)
     
  • HANG SENG

    23.550,08
    -256,92 (-1,08%)
     
  • NIKKEI

    26.717,34
    +547,04 (+2,09%)
     
  • NASDAQ

    14.430,25
    +443,50 (+3,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9813
    -0,0427 (-0,71%)
     

Nubank conclui compra de 100% da startup de organização financeira Olivia

·1 min de leitura

Na terça-feira (4), o Nubank anunciou a conclusão da compra de 100% da startup Olivia, especializada em inteligência artificial e organização financeira. A aquisição havia sido anunciada em novembro do ano passado.

A fintech afirma que a integração vai permitir inovação mais ágil, já que as soluções poderão ser desenvolvidas a partir do feedback dos clientes. Vitor Olivier, vice-presidente de operações e plataformas do Nubank, aponta que a demanda por soluções personalizadas tem aumentado.

Olivia é startup de organização financeira (Imagem: Reprodução/Canaltech/Captura de tela)
Olivia é startup de organização financeira (Imagem: Reprodução/Canaltech/Captura de tela)

Segundo ele, com a equipe e a tecnologia da Olivia, vai ser possível ampliar a capacidade de desenvolvimento de produtos personalizados com base em inteligência de dados. “É uma adição estratégica que vai afetar diretamente como oferecemos produtos e serviços”, destaca.

A Olivia foi criada em 2016 nos EUA para oferecer soluções de controle financeiro e de gastos, a partir de inteligência artificial com base nos hábitos dos usuários. Desde 2019, atua nesse segmento no Brasil.

Esta é a sexta aquisição do Nubank desde 2020. As outras empresas adquiridas são Easynvest, Cognitect, Plataformatec, Juntos e Spin Pay. Às 15h, as ações do Nubank estavam cotadas a US$ 9,20, em queda de 5,49%. O certificado de depósito brasileiro (Brazilian Depositary Receipt — BDR) da empresa custava R$ 8,62, 6,1% a menos do que na abertura.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos