Mercado fechará em 53 mins
  • BOVESPA

    109.823,12
    +1.809,65 (+1,68%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.804,11
    -19,12 (-0,04%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,12
    +0,16 (+0,18%)
     
  • OURO

    1.843,30
    +0,10 (+0,01%)
     
  • BTC-USD

    43.013,09
    +902,75 (+2,14%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.022,97
    +27,70 (+2,78%)
     
  • S&P500

    4.572,57
    +39,81 (+0,88%)
     
  • DOW JONES

    35.287,48
    +258,83 (+0,74%)
     
  • FTSE

    7.585,01
    -4,65 (-0,06%)
     
  • HANG SENG

    24.952,35
    +824,50 (+3,42%)
     
  • NIKKEI

    27.772,93
    +305,70 (+1,11%)
     
  • NASDAQ

    15.248,25
    +214,75 (+1,43%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1147
    -0,0527 (-0,85%)
     

Nubank chega ao mercado avaliado em R$ 231,4 bilhões e passa Itaú

·3 min de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O banco digital Nubank foi avaliado pelos investidores em cerca de US$ 41,5 bilhões (R$ 231,45 bilhões) na oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) realizada nesta quarta-feira (8) na NYSE (Bolsa de Nova York), nos Estados Unidos.

O valor por ação foi fixado em US$ 9 (R$ 50,19), com um valor captado de aproximadamente US$ 2,6 bilhões (R$ 14,5 bilhões).

Com o valor de mercado alcançado na oferta, o banco digital superou os grandes bancos comerciais tradicionais do país -o Itaú, o maior banco privado em ativos, vale US$ 37,7 bilhões, segundo dados da Economatica.

Apesar das marcas impressionantes, o banco digital revisou para baixo, em 30 de novembro, os valores buscados, em meio à pressão sobre as empresas de tecnologia em escala global nas últimas semanas.

O Nubank pretendia anteriormente levantar cerca de US$ 3 bilhões (R$ 16,73 bilhões) a uma avaliação de mais de US$ 50 bilhões (R$ 278,86 bilhões) com a venda de ações por valores entre US$ 10 (R$ 55,77) e US$ 11 (R$ 61,35) o papel.

Morgan Stanley, Goldman Sachs, Citigroup e NuInvest assessoram a fintech no IPO.

As ações ordinárias passam a ser negociadas na Bolsa de Valores de Nova York sob o símbolo "NU" nesta quinta (9). No Brasil, os recibos de ações (BDRs), correspondentes a 1/6 das ações negociadas originalmente nos Estados Unidos, serão negociados sob o símbolo "NUBR33".

"A Nu pretende usar os recursos da oferta para propósitos corporativos gerais, incluindo capital de giro e despesas operacionais. Além disso, a Nu pode usar uma parte dos rendimentos líquidos para adquirir ou investir em negócios, produtos, serviços ou tecnologias", diz o comunicado do banco.

A aguardada estreia do banco digital brasileiro Nubank nas Bolsas de Valores de Nova York e São Paulo ocorre em um cenário de queda nas ações de empresas semelhantes -de tecnologia e, em especial, aquelas que oferecem serviços financeiros.

Um dos mais recentes casos que mostram os reveses que fintechs têm enfrentado nas Bolsas é o da indiana Paytm. No último mês, a empresa fundada em 2000 protagonizou o maior IPO da Bolsa indiana ao levantar mais de US$ 2,5 bilhões em um dia (quase R$ 13,7 bilhões, na cotação da época).

A estreia, no entanto, foi seguida por dias turbulentos. O preço dos papéis caiu 27%. Avaliada em US$ 20 bilhões (quase R$ 110 bilhões) na abertura de capital, a companhia chegou a cair para US$ 11,8 bilhões e fechou a última sexta-feira (3) valendo US$ 14,2 bilhões (pouco mais de R$ 80,5 bilhões).

A brasileira Stone, empresa de maquininhas de cartão que está na Bolsa de Nova York, acumula queda de 78% neste ano. A PagSeguro, também listada nos EUA, caiu mais de 50% desde fevereiro deste ano.

Na sexta-feira (10), dia para o qual está previsto a cerimônia do toque do sino na B3 pelos cofundadores David Vélez e Cristina Junqueira, a cantora pop Anitta fará uma apresentação a partir das 20h15 que será transmitida no canal do YouTube. Ela é membro do conselho de administração do Nubank.

O banco irá realizar uma série de eventos "para agradecer e homenagear nossos clientes nos países em que temos operações (Brasil, México e Colômbia) e em Nova York, nos Estados Unidos, onde acontecerá a nossa abertura de capital."

Entre eles, estão previstas iluminações na cor roxa -marca da empresa- em monumentos como o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro; o Monumento da Revolução, na Cidade do México; e o Morro de Monserrate, em Bogotá.

O prédio da NYSE, onde o Nubank realizará o IPO, e a sede da B3, em São Paulo, também serão iluminados.

"O IPO irá aumentar nossa capacidade de inovar, crescer e trazer melhores produtos para ainda mais clientes. É mais um passo na jornada de democratizar o acesso aos serviços financeiros. Esse é apenas o começo", afirmou Vélez, em nota.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos