Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.441,03
    -635,14 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,13 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,78
    +0,49 (+0,70%)
     
  • OURO

    1.879,50
    -16,90 (-0,89%)
     
  • BTC-USD

    35.666,06
    -1.790,31 (-4,78%)
     
  • CMC Crypto 200

    924,19
    -17,62 (-1,87%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,36 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.134,06
    +45,88 (+0,65%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,25 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    28.948,73
    -9,83 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    13.992,75
    +33,00 (+0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1926
    +0,0391 (+0,64%)
     

Novos Redmi Note 10 e Note 10 Pro são lançados na China

·2 minuto de leitura
Novos Redmi Note 10 e Note 10 Pro são lançados na China
Novos Redmi Note 10 e Note 10 Pro são lançados na China

A Xiaomi oficializou os novos Redmi Note 10 e Note 10 Pro na China após muitos rumores e teasers. Mas calma: não são os mesmos modelos disponíveis aqui no Brasil. Lá, o hardware é bem diferente — e mais avançado — apesar do mesmo nome. A fabricante resolveu usar os mesmos nomes para disponibilizar smartphones com conectividade 5G no mercado asiático.

Começando pelo Redmi Note 10, este tem tela de 6,5 polegadas com resolução Full HD e taxa de atualização adaptativa que pode alcançar 90Hz. O recurso permite baixo consumo de bateria quando jogos não estão em execução, por exemplo. O processador é o MediaTek Dimensity 700, com 4, 6 ou 8 GB de RAM, e memória interna de 128 ou 256 GB.

Foto de divulgação do Redmi Note 10
Foto de divulgação do Redmi Note 10

A bateria é de 4500 mAh recarregável a 18W de potência. O conjunto de câmeras não impressiona, com sensor principal de 48 megapixels e secundário para profundidade em modo retrato. A frontal tem 8 MP. Curiosamente, neste aspecto, o Redmi Note 10 4G de certa forma ganha, ao oferecer lentes ultra-wide e macro. Outro aspecto no qual o “antecessor” vence é em tela, ao oferecer tela AMOLED ao invés de LCD do seu modelo 5G.

Redmi Note 10 Pro é o destaque

Chegando também com um painel LCD, de 6,6 polegadas com resolução Full HD, o Redmi Note 10 Pro tem taxa de atualização adaptativa de até 120Hz. Seu processador é o MediaTek Dimensity 1100, voltado para alta performance. Ele poderá ser configurado com 6 ou 8 GB de RAM, e com armazenamento de 128 ou 256 GB.

Montagem do Redmi Note 10 Pro chinês, anunciado com Gorilla Glass Victus
Montagem do Redmi Note 10 Pro chinês, anunciado com Gorilla Glass Victus

A bateria é de 5000 mAh, mas o impressionante aqui é o carregamento rápido de 67W, que deixa muito top de linha comendo poeira. As chinesas vêm se destacando nesse aspecto, e a Realme também oferece no Brasil modelos com carregamento neste nível. Sobre as câmeras do Redmi Note 10 Pro, temos uma principal de 64 MP, com sensores ultra-wide e macro. A frontal tem 16 megapixels de definição.

Outras características envolvem alto-falantes da JBL, com suporte a Dolby Atmos, NFC, e ainda proteção de tela Gorilla Glass Victus, que segundo a empresa empresta muita resistência ao Redmi Note 10 Pro, como demonstrado nesse teste.

Foto de divulgação do Redmi Note 10 Pro
Foto de divulgação do Redmi Note 10 Pro

Anunciados ao lado do fone Redmi AirDots 3 Pro, os novos aparelhos têm preços iniciados em R$ 913 (em conversão direta hoje, 26/05) pelo Redmi Note 10 de 4/128 GB. Os preços chegam a R$ 1.662 pelo Redmi Note 10 Pro na configuração 8/ 256 GB. As vendas serão iniciadas, no mercado chinês, em 01/06.

Via Sparrow’s News