Mercado abrirá em 8 h 50 min
  • BOVESPA

    100.774,57
    -1.140,88 (-1,12%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.007,16
    +308,44 (+0,62%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,25
    +0,68 (+1,04%)
     
  • OURO

    1.782,10
    -2,20 (-0,12%)
     
  • BTC-USD

    56.651,43
    -662,99 (-1,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.436,19
    -32,89 (-2,24%)
     
  • S&P500

    4.513,04
    -53,96 (-1,18%)
     
  • DOW JONES

    34.022,04
    -461,68 (-1,34%)
     
  • FTSE

    7.168,68
    +109,23 (+1,55%)
     
  • HANG SENG

    23.734,78
    +75,86 (+0,32%)
     
  • NIKKEI

    27.750,67
    -184,95 (-0,66%)
     
  • NASDAQ

    15.977,75
    +108,00 (+0,68%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4187
    -0,0281 (-0,44%)
     

Novos Macbooks Pro têm Wi-Fi mais lento que modelos antigos com chip Intel

·2 min de leitura

A regra é clara: se a Apple não abordou algum aspecto de um novo produto anunciado durante seu evento, é porque aquilo pode ser um tópico no mínimo sensível para a empresa.

Na oficialização dos Macbooks Pro com M1 Pro e M1 Max a empresa destacou o salto de desempenho nos gráficos e na CPU — além da eficiência energética dos modelos. Não faltaram comparações aos modelos equipados com chips da Intel. Mas algo que Tim Cook não revelou é que o Wi-Fi dos seus novos laptops é mais lento que computadores da empresa com o processador da rival.

Mas calma: isso não parece, nem de longe, que irá afetar a maioria dos usuários, pois ambos alcançam velocidades respeitáveis em redes wireless. Os novos Macbooks Pro, em redes Wi-Fi 6 (802.11ax), alcançam picos de 1.200 Mbps, enquanto os Macbooks antigos com processador Intel Core chegam a 1.300 Mbps.

(Imagem: Divulgação/Apple)
(Imagem: Divulgação/Apple)

Como é possível notar, a diferença é discreta. E, além disso, o Wi-Fi 6 ainda não é tão popular como o Wi-Fi 5. Mas mesmo neste, as diferenças também existem — e aqui a Intel acaba se saindo ainda melhor: são os mesmos 1.300 Mbps alcançáveis em conexões do tipo 802.11ac, enquanto os Macbooks Pro 2021 chegam a no máximo 833 Mbps.

MIMO

Uma possibilidade para esses resultados distintos, e mais visíveis no Wi-Fi 5, pode acabar sendo “culpa” do sistema de multiplexação espacial (rede MIMO) dos novos Macbooks Pro. Isso porque eles oferecem duas “pontes” para o fluxo de dados sem fios, enquanto os Macbooks Pro de 2017 para frente costumavam utilizar um sistema triplo. Assim, há um canal adicional de comunicação, que parece estar fazendo a diferença.

Mesmo assim, os usuários geralmente não devem perceber nenhum tipo de lentidão para tarefas na internet. Até porque a conexão também depende da velocidade contratada com sua operadora de internet, e velocidades acima de 1 Gbps exigem equipamento sofisticado de ponta a ponta, não sendo uma realidade tão acessível assim.

Em tarefas de rede local é onde, possivelmente, a diferença na velocidade de transmissão dos equipamentos fique mais evidente. Os modelos Intel poderão terminar transferências pesadas mais rapidamente, por exemplo.

Vale lembrar, os novos Macbooks Pro com M1 Pro e M1 Max já ganharam preço no Brasil. Eles poderão ser adquiridos com o curioso pano de polimento lançado pela Apple, e que tem aparentemente sido um sucesso de vendas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos