Mercado abrirá em 53 mins

Novos celulares da Xiaomi devem ter chip próprio com ajuda da MediaTek

Diego Sousa

A parceria entre Xiaomi e MediaTek deve ficar ainda mais estreita. Segundo informações do vazador Digital Chat Station, as duas fabricantes estariam trabalhando juntas para desenvolver um chip customizado para os próximos lançamentos da marca chinesa.

O informante não dá mais detalhes sobre o rumor, mas reforça em sua publicação que a relação da MediaTek com a Xiaomi aumentou nos últimos anos e que o próximo passo da parceria seria um novo chip. Conforme aponta o site Gizmochina, alguns modelos da empresa taiwanesa de chips fizeram suas estreias em celulares da linha Redmi — como o gamer Helio G90T que chegou ao Redmi Note 8 Pro em novembro do ano passado e o recente Dimensity 820, este que apareceu pela primeira vez no Redmi 10X.

MediaTek e Xiaomi devem construir chips customizado em breve (Foto: Reprodução/Gizmochina)

Independência

Embora não esteja nada confirmado, o suposto interesse da Xiaomi em construir seu próprio chipset teria sido decidido graças ao encarecimento das soluções da Qualcomm ao longo dos anos — inclusive, sendo um dos potenciais motivos de algumas fabricantes, como Google, LG e Nokia, terem desistido da plataforma Snapdragon 865 e apostado no intermediário 765.

Recentemente, supostas fontes ligadas à Xiaomi disseram em um fórum sul-coreano que a Qualcomm estaria pedindo US$ 250 (R$ 1,35 mil) pelo ainda não lançado Snapdragon 875, valor cerca de 50% superior ao pedido pelo atual 865 e que provavelmente teria assustado a fabricante chiensa — leia mais sobre essa polêmica.


Fonte: Canaltech