Mercado abrirá em 2 h 8 min
  • BOVESPA

    111.539,80
    +1.204,97 (+1,09%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.682,19
    +897,61 (+2,00%)
     
  • PETROLEO CRU

    60,71
    +0,96 (+1,61%)
     
  • OURO

    1.722,30
    -11,30 (-0,65%)
     
  • BTC-USD

    51.607,37
    +2.401,07 (+4,88%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.030,83
    +42,73 (+4,32%)
     
  • S&P500

    3.870,29
    -31,53 (-0,81%)
     
  • DOW JONES

    31.391,52
    -143,99 (-0,46%)
     
  • FTSE

    6.682,96
    +69,21 (+1,05%)
     
  • HANG SENG

    29.880,42
    +784,56 (+2,70%)
     
  • NIKKEI

    29.559,10
    +150,93 (+0,51%)
     
  • NASDAQ

    13.128,00
    +72,75 (+0,56%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,8704
    +0,0083 (+0,12%)
     

Novos casos globais de Covid caem para menor nível desde outubro

Jeff Sutherland
·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- Quase um ano depois que a Organização Mundial da Saúde declarou que o surto do novo coronavírus havia se tornado uma pandemia, surgem alguns sinais positivos com a redução do número de novos casos globais.

Novos casos de Covid-19 na semana encerrada em 14 de fevereiro atingiram o menor nível desde outubro, com um total de 2,7 milhões, segundo dados da Universidade Johns Hopkins. O número ainda representa um aumento de 2,5% em relação ao volume de infecções na semana anterior, mas é o menor avanço desde o início da pandemia e menos da metade da taxa observada um mês antes.

O número de mortos também começa a diminuir, embora em ritmo mais lento. As fatalidades diárias somaram, em média, menos de 10 mil nos últimos cinco dias, abaixo do pico de mais de 18 mil em meados de janeiro.

É muito cedo para citar as vacinas como a principal razão para a melhora dos dados, e parte da tendência pode refletir um menor número de testes devido aos feriados e às fortes tempestades de inverno nos Estados Unidos. Mas está claro que o distanciamento social e restrições globais têm ajudado a desacelerar os novos casos.

Sem dúvida, também é muito cedo para declarar vitória contra o coronavírus. As variantes - as já identificadas, bem como outras que possam surgir - representam uma ameaça muito real à recuperação e podem elevar as infecções mais uma vez. Autoridades de saúde alertam contra a complacência. A imunidade de rebanho global está a anos de distância, segundo alguns cálculos, assim como a retomada das viagens de longa distância.

Dois fatores provavelmente ajudarão a manter casos e mortes mais baixos nos próximos meses. O primeiro é a chegada da primavera no hemisfério norte, já que o coronavírus tende a ser menos ativo durante o clima mais quente. A outra é que a maior campanha de vacinação da história está apenas começando. Mais de 186 milhões de doses foram administradas em 82 países, e mais regiões devem iniciar a imunização nas próximas semanas.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.