Mercado fechado

Novo wearable avisa paciente quando uma crise epiléptica estiver por vir

Fidel Forato
·3 minuto de leitura

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a epilepsia é considerada a mais comum e a mais grave das condições neurológicas crônicas. Isso porque são mais de 50 milhões de pessoas que convivem com essa condição no mundo. Mesmo com a existência de medicamentos e algumas cirurgias, as opções disponíveis não têm efeito prático para um terço dos pacientes. Nesse cenário, wearables que pudessem prever uma crise trariam uma melhora significativa na qualidade de vida dessas pessoas.

Acumulando 10 anos de pesquisa sobre epilepsia, a startup paulistana Epistemic — acelerada pela Samsung — está desenvolvendo uma tecnologia vestível que prevê, com um média estimada de 30 minutos de antecedência, uma crise epiléptica. Parte do programa Samsung Creative Startups no Batch #4, o projeto Aurora é um avanço do aplicativo de acompanhamento diário de epilepsia, já criado pela startup.

Apoiado pela Samsung, wearable deve ajudar pacientes com crises epilépticas (Imagem: Reprodução/ Epistemic)
Apoiado pela Samsung, wearable deve ajudar pacientes com crises epilépticas (Imagem: Reprodução/ Epistemic)

Como prever uma crise de epilepsia?

Para prever casos de epilepsia, a Epistemic está desenvolvendo o wearable Aurora, em formato que lembra um fone de ouvido esportivo. De forma inédita no controle dos casos, o aparelho conta com eletrodos secos — sem a necessidade de usar substâncias pastosas, como é comum em hospitais — que produzem um eletroencefalograma (exame para avaliar a atividade elétrica do cérebro).

Diante de alguma variação que indique a possibilidade de crise, é enviado um alerta a paciente, cuidadores e familiares autorizados. Para isso, a startup já tem um software de previsão testado e, agora, finaliza sua implementação no dispositivo. Sabendo quando uma crise vai chegar, o paciente poderá deixar de fazer atividades consideradas perigosas, por exemplo. Além disso, poderá tomar a medicação preventiva contra o surto, em alguns casos.

Dispositivo poderá prever uma crise epiléptica em até 30 minutos (Imagem: Reprodução/ Epistemic)
Dispositivo poderá prever uma crise epiléptica em até 30 minutos (Imagem: Reprodução/ Epistemic)

"Pelo formato, o Aurora é indicado para ser utilizado atrás da cabeça durante o dia e, na testa, à noite, para não atrapalhar o sono e o posicionamento no travesseiro. Ainda passa por testes clínicos para ir ao mercado, mas já apresenta resultados positivos", explica Paula Gomez, CEO da Epistemic.

Trajetória no combate à epilepsia

No ano passado, a startup apresentou o Epistemic App, um aplicativo, em formato de diário, que auxilia o controle de epilepsia com o usuário inserindo dados ao responder perguntas sobre hábitos do dia a dia e sobre crises. Além disso, há indicadores e alertas para o horário e doses de medicamentos.O app também oferece a possibilidade de compartilhamento direto dos dados para contribuir com o tratamento, já que pode ser integrado a uma plataforma digital para médicos.

"O Epistemic App, desenvolvido na Samsung Creative Startups, conta com avanços, como a possibilidade de se registrar uma crise com um simples clique no botão do raio, no canto superior direito da tela inicial, além de oferecer dicas nutricionais de profissionais especializados e as melhores opções no momento de agir diante de uma crise. O Aurora é uma evolução nesse auxílio ao controle de epilepsia", comenta a CEO sobre as funcionalidades.

O app está disponível para download gratuito na Play Store. Além disso, existe também o EpistemicPro, com possibilidade de sincronização com um smartwatch Samsung, capaz de registrar automaticamente dados sobre atividade física e sono.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: