Mercado fechado

Novo Volkswagen Golf 2020 é registrado no Brasil em diversas versões

br.info@motor1.com (Nicolas Tavares)
VW Golf (2020) im Test

Devemos receber a versão híbrida GTE e, na melhor das hipóteses, a esportiva GTI

Mesmo sem ter um futuro definido no Brasil, o novo Volkswagen Golf foi registrado pela marca no país, como mostram as imagens publicadas pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). O hatchback médio atualmente é vendido no nosso mercado somente na versão híbrida plug-in GTE (ainda na geração anterior), e isso deve ser mantido para a oitava geração. Havia expectativa de que o Golf 8 fosse apresentado por aqui ainda neste ano, mas após o cancelamento do Salão do Automóvel e a pandemia do coronavírus, nada por ser afirmado neste momento.

O registro do novo Volkswagen Golf feito no INPI mostra imagens da versão convencional do hatchback, justamente a que não devemos ter por aqui. Isso fica claro pelo para-choque, que tem uma entrada de ar com hastes horizontais, enquanto o esportivo GTI e o híbrido GTE adotam uma grade colmeia e têm cinco pontos em LED integrados, que servem como DRL (luzes para uso diurno).

Há duas hipóteses que explicam o motivo da Volkswagen registrar este Golf especificamente. O primeiro é o mais comum, para proteger o desenho do veículo, mesmo que não haja planos de trazê-lo ao Brasil nesta versão. O outro motivo é que a marca pode trazer o hatch médio na versão híbrida plug-in comum, ao invés do novo GTE. Isso porque o Golf Hybrid tem a mesma mecânica que o atual, com o motor 1.4 TSI e um elétrico, entregando 204 cv de potência combinada e uma autonomia de 65 km no modo elétrico, enquanto o GTE pulou para 245 cv. Uma diferença no preço final justificaria a escolha pelo modelo mais barato. Em nota, a VW diz que está apenas protegendo o desenho do veículo (o que pode ser a marca despistando para não revelar um lançamento antes da hora):

"O registro no INPI é um procedimento padrão para novos produtos, para assegurar a patente do modelo no mercado. Neste momento, a empresa não confirma a comercialização do Golf 8 no mercado brasileiro."

Mais sobre o novo Volkswagen Golf

Motor1.com conversou com Pablo Di Si, presidente da Volkswagen América do Sul há um tempo e o executivo não quis confirmar a vinda do hatch neste ano, mas também não descartou a hipótese. Como o Golf GTE da geração passada que está sendo vendido no Brasil veio num lote limitado, a marca só tem duas escolhas: trazer o novo modelo ou encerrar as vendas. Durante o lançamento do Golf reestilizado, executivos da marca disseram que o plano era transformar o hatch em uma “vitrine de tecnologia”, atendendo não só quem gosta do carro, como também para mostrar as últimas novidades da empresa.