Mercado fechará em 1 h 33 min
  • BOVESPA

    113.085,82
    -978,54 (-0,86%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.214,75
    -249,52 (-0,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    74,02
    +0,72 (+0,98%)
     
  • OURO

    1.747,90
    -1,90 (-0,11%)
     
  • BTC-USD

    42.253,93
    -2.350,34 (-5,27%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.050,94
    -52,12 (-4,72%)
     
  • S&P500

    4.447,83
    -1,15 (-0,03%)
     
  • DOW JONES

    34.752,21
    -12,61 (-0,04%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.264,75
    -38,75 (-0,25%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2621
    +0,0371 (+0,60%)
     

De volta ao Palmeiras, Borja é pretendido pelo Fenerbahçe, da Turquia

·2 minuto de leitura


O atacante Borja é um desejo do Fenerbahçe, da Turquia, segundo apurou o LANCE!/NOSSO PALESTRA. De volta ao Palmeiras, já treinando com o elenco de Abel Ferreira, o colombiano despertou o interesse do clube europeu, também dirigido por um treinador português, Vitor Pereira. Há algum tempo em busca de um novo goleador, o nome de Miguel Borja chegou à direção turca, que aprova a ideia e busca agora entender detalhes sobre valores, prazos e interesse do colombiano em atuar na Europa.

placeholder

Além do futebol turco, Borja já foi notificado informalmente, por meio de seu estafe, do interesse de clubes da Itália, da Espanha e da Argentina, no caso, o Boca Juniors, que não topou pagar os altos salários do jogador. No momento, os envolvidos, pelo lado do atleta, veem com bons olhos a permanência no Brasil, até para que o atacante consiga ter sucesso no clube que o contratou em sua melhor fase, além de ser uma vitrine mundial.

No Palmeiras, o desejo do Fenerbahçe não resultou, ainda, em consultas formais e tampouco propostas, mas não se nega, nem publicamente, o interesse em negociar o jogador. Apesar de apresentar um bom futebol no período em que esteve na Colômbia, segundo Anderson Barros, o jogador não está nos planos da direção alviverde, que busca opções para novas transferências.

– Tentamos e continuamos a tentar a negociação do Borja. É importante ressaltar que ele teve e mereceu um investimento alto da nossa parte. Ele volta, participa normalmente das atividades até nós podermos definir essa situação. Caso não consiga definir, continuará trabalhando e terá que mostrar seu valor pra conquistar seu espaço, uma vez que nessa posição hoje temos atletas que nos tem atendido. Hoje, a prioridade é negociar o Borja, a gente sempre deixou muito claro com o representante e com ele – disse Anderson Barros, em entrevista à Rádio 105FM.

Borja se reapresentou na Academia de Futebol na última segunda-feira (26) e estará apto a ser utilizado por Abel Ferreira a partir do dia 1º de agosto. O atacante falou sobre o retorno ao Brasil, em entrevista à rádio colombiana Caracol, no último sábado, e garantiu que jogará pelo Verdão.

– Meu compromisso agora é com o Palmeiras e tenho que focar em treinar bem. Estarei lá e terei que jogar. Por agora, tenho que treinar bem. Em poucos dias teremos o mata-mata da Libertadores e tenho que estar pronto – afirmou.

Miguel Borja chegou ao Palmeiras em 2017 como a maior contratação da história do clube, mas nunca conseguiu corresponder às expectativas. Pelo Verdão, foi campeão brasileiro em 2018 sem qualquer protagonismo, e, fora dos planos, acabou emprestado ao Junior Barranquilla, onde conseguiu boas atuações.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos