Mercado fechado

Novo Suzuki Jimny vira picape em transformação de concessionária

br.info@motor1.com (Nicolas Tavares)
Suzuki Dealer Selling Adorable Jimny Trucks

Modelo é baseado na versão de entrada do SUV, mas custa mais que uma Chevrolet S10

A possibilidade do Suzuki Jimny virar uma picape já passou na cabeça de muita gente, até mesmo da própria fabricante, que fez um conceito para o Tokyo Auto Salon em 2018. Apesar disso, não há planos oficiais de oferecer uma variantes deste tipo - o que não impede de outras fontes mexerem no jipinho para que ele tenha uma caçamba.

Foi o que fez uma concessionária da Suzuki na Nova Zelândia, que criou sua própria Jimny Pick-Up e começou a vendê-la. De certa forma, é oficial, já que a loja oferece garantia do modelo e tudo mais, como revela o site Driven.co.nz

Ela pode não ser exatamente uma rival para modelos como Fiat Strada e Volkswagen Saveiro, mas a Jimny picape é bem única, mantendo seu tamanho diminuto e sua valentia garantida pela tração 4x4 com reduzida. A concessionária basicamente cortou a parte atrás dos bancos, criando uma nova traseira para fechá-la, e fez a estrutura da caçamba. A parte de dentro manteve até a parte de carpete atrás dos bancos.

Ela é baseada no Jimny JX, versão básica do jipinho oferecida na Nova Zelândia, com menos equipamentos. Por exemplo, tem rodas de aço sem calotas e faróis halógenos. Usa câmbio manual de 5 posições e tem rádio com Bluetooth, no lugar da central multimídia. Perde também o ar-condicionado e o volante revestido de couro.

Mais sobre o Suzuki Jimny

Na parte mecânica está o conhecido 1.5 aspirado de quatro cilindros, entregando 108 cv e 14,1 kgfm de torque, sempre abastecido com gasolina. A versão picape será vendida por NZ$ 37.900 (cerca de R$ 114.900), o que é NZ$ 12 mil (R$ 36.382) mais do que o Jimny básico no qual é baseado. Não é barata, mesmo para o mercado onde atua, já que a Holden Colorado (versão deles da Chevrolet S10) custa NZ$ 31.690 (R$ 96 mil) na versão cabine-chassi de entrada.