Mercado abrirá em 2 h 46 min

Novo software de realidade aumentada do Google promete mapeamento mais preciso

Diego Sousa

O Google lançou nesta sexta-feira (26) o conjunto de aplicações (ou API, na sigla em inglês) Depth para realidade aumentada (RA) no Google Play Services. Mais conhecida como ARCore, o software vem com a promessa de entender o ambiente com ainda mais precisão e fornecer noções de RA mais realistas. A interface já havia sido apresentada em dezembro de 2019 e chega com a versão 1.18 do kit de desenvolvimento da empresa.

Com o Depth, o Google promete acabar com a dificuldade dos aplicativos de RA no Android em detectar adequadamente a profundidade e a distinção entre primeiro e segundo planos — na versão antiga, os objetos em RA não respeitavam as noções de espaço.

Segundo o Google, a nova API utiliza um algoritmo de profundidade similar a que produz o efeito bokeh no aplicativo de câmera da empresa — aquele que "borra" o fundo da imagem. Para mapear o ambiente, o software usa as câmeras na captura de diferentes ângulos e compara o espaço real à medida que o usuário move o celular, entendendo assim a distância e o que está mais próximo e longe do smartphone.

Na prática, assim como você pode ver no GIF abaixo, objetos podem ser cobertos parcial ou completamente por móveis, um avanço em relação à solução anterior.

Objetos em AR poderão ser cobertos por móveis (GIF: Divulgação/Google)

O primeiro serviço do Google a oferecer a nova API de RA é o Scene Viewer, que faz parte do app de pesquisas da empresa e permite visualizar diversos tipos de animais em RA — se o seu dispositivo for compatível, experimente procurar por “gato” no Google.

O Snapchat já utiliza as novidades do Depth para deixar seus efeitos ainda mais realistas — o GIF abaixo mostra o cachorro-quente dançante desaparecer atrás do sofá. O Snapchat Lens Creators também é outro que pode se beneficiar com a ferramenta, criando experiências inéditas de RA.

Snapchat já adicionou os recursos da API em seus
efeitos (GIF: Reprodução/9to5Google)

Dispositivos como Galaxy Note 10+, S20 Ultra também vão aproveitar a API Depth em seu aplicativo Quick Mesure. E a experiência poderá ser ainda mais precisa, graças ao sensor Time of Flight (ToF) 3D que usa pontos infravermelhos para mapear o ambiente.

Fonte: Canaltech