Mercado fechado

Novo recurso do Google facilita doações a pequenas empresas em tempos de crise

Diego Sousa

O Google anunciou nesta quinta-feira (18) novas ferramentas para ajudar pequenas e médias empresas (PMEs) afetadas pela pandemia do novo coronavírus. Entre as novidades, os empreendedores poderão receber doações e vender vales-presente diretamente pela ferramenta de busca.

Em comunicado, a companhia de Mountain View afirmou que será possível postar links para doações e compra de vales nos perfis comerciais das PMEs no Google Meu Negócio, além de informar como as contribuições serão utilizadas na tentativa de dar mais credibilidade ao processo.

Possibilidade de doação aparecerá na própria busca do Google (Foto: Divulgação/Google)

"Nos últimos meses, estamos trabalhando para oferecer aos donos desses negócios recursos em nossas plataformas, como o Meu Negócio, para facilitar a comunicação com os consumidores", disse a empresa.

A princípio, o Google fechou parcerias com PayPal, SumUp, Beleza Amiga, Abacashi, PagPerto e PagSeguro. A empresa ressalta que não cobra taxas dos empreendedores ou consumidores, mas é importante checar as condições oferecidas pelos parceiros. A novidade já está disponível para todos os perfis comerciais no Google Meu Negócio.

Outras iniciativas

Até setembro deste ano, o Google também vai disponibilizar gratuitamente para pequenas e médias empresas os Promoted Pins, recurso que ajuda estabelecimentos locais a se destacarem no Maps. A novidade já está disponível para qualquer negócio que utilize as Campanhas Inteligentes do Ads e as interações não serão cobradas quando um usuário clicar ou fizer uma ligação a partir do marcador em forma de alfinete exibido no mapa.

Outras inciativas incluem a adição do botão "Temporariamente Fechado", a criação da plataforma Google Academy com dicas de como anunciar usando plataformas da empresa, a mentoria pelo projeto Mentoria Cresça com o Google e uma doação de US$ 340 mi em publicidade no Ads.

"Esperamos encorajar os empreendedores a continuar buscando na web soluções que permitam a continuidade de seus negócios", declarou a empresa.


Fonte: Canaltech