Mercado abrirá em 4 h 42 min
  • BOVESPA

    108.523,47
    -1.617,53 (-1,47%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.049,05
    +174,15 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,55
    +0,16 (+0,22%)
     
  • OURO

    1.888,20
    +11,60 (+0,62%)
     
  • BTC-USD

    22.811,29
    -585,49 (-2,50%)
     
  • CMC Crypto 200

    524,02
    -12,83 (-2,39%)
     
  • S&P500

    4.136,48
    -43,28 (-1,04%)
     
  • DOW JONES

    33.926,01
    -127,89 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.901,80
    +81,64 (+1,04%)
     
  • HANG SENG

    21.205,98
    -454,49 (-2,10%)
     
  • NIKKEI

    27.693,65
    +184,19 (+0,67%)
     
  • NASDAQ

    12.551,50
    -72,50 (-0,57%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5360
    -0,0025 (-0,05%)
     

Novo ranking financeiro de companhias aéreas da Cirium mostra um prejuízo líquido do setor de quase US$ 220 bilhões desde o início da pandemia

  • Os grupos de companhias aéreas somaram US$ 42 bilhões em perdas líquidas em 2021 e US$ 15 bilhões no primeiro semestre de 2022

  • A indústria dos EUA está a caminho de retornar à rentabilidade em 2022, com a Delta Air Lines já recuperando o primeiro lugar no ranking do primeiro semestre

  • Os prejuízos parecem estar piorando na China, à medida que os bloqueios da COVID-19 afetam o tráfego, prejudicando a recuperação na região da Ásia-Pacífico como um todo

LONDRES (Inglaterra), December 01, 2022--(BUSINESS WIRE)--A Cirium analisou os resultados do ranking financeiro do World Airline Group de 2021 e do primeiro semestre de 2022 e observou como o declínio acentuado nas receitas das companhias aéreas se traduziu em um prejuízo líquido de quase US$ 220 bilhões nos últimos dois anos e meio desde o início da pandemia.

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20221201005388/pt/

Cirium airline group corporate financial results for the first half of 2022. (Photo: Business Wire)

A extensão total dos danos causados pela COVID-19 é mostrada no último ranking de companhias aéreas da Cirium. As receitas dos grupos de companhias aéreas do mundo caíram mais da metade em 2020 e, apesar de certa recuperação, encerraram 2021 ainda com queda de mais de 40% em relação aos níveis pré-pandemia. Com US$ 500 bilhões, as receitas permanecem sendo mais baixas do que há 15 anos.

Com a maioria dos resultados financeiros das companhias aéreas no primeiro semestre de 2022, há mais sinais de recuperação da profundidade da crise, mas a indústria deve experimentar outra perda no ano completo de 2022.

Jeremy Bowen, CEO da Cirium, disse: "É um sinal positivo que o déficit líquido esteja diminuindo ano a ano. Em 2020, a queda na receita se traduziu em prejuízos líquidos de US$ 160 bilhões, outros US$ 42 bilhões no ano passado e perdas no primeiro semestre deste ano que somam cerca de US$ 15 bilhões.

Se os prejuízos até agora não aumentarem substancialmente, isso deixaria o setor aéreo com uma perda líquida total de quase US$ 220 bilhões desde o início de 2020. No entanto, caso não haja mais impactos drásticos, existe a possibilidade de o setor se estabilizar no segundo semestre, liderado por grupos dos EUA e Europa".

A demanda está se recuperando, com receitas globais crescendo 70% nos primeiros seis meses de 2022, elevando o total para 20% dos níveis de 2019.

O ranking financeiro do World Airline Group da Cirium para o primeiro semestre de 2022 mostra o progresso mais forte das operadoras norte-americanas, que marcaram um aumento de 5% em relação aos níveis pré-pandêmicos e retornaram a um lucro operacional modesto.

A Delta Air Lines volta ao topo do ranking de receitas este ano, praticamente emulando os níveis anteriores à COVID-19. A operação de carga aérea da Federal Express (FedEx) caiu por pouco para o segundo lugar, após liderar durante a pandemia graças a um forte mercado mundial de frete aéreo, impulsionado pela crescente demanda por EPI e comércio eletrônico.

Os primeiros resultados do terceiro trimestre mostram as seis maiores operadoras dos EUA com receita recorde e lucro líquido geral nos primeiros nove meses de 2022, colocando a indústria no caminho de registrar um lucro modesto para o ano se as tendências continuarem.

Os principais grupos aéreos europeus, como a Lufthansa, também apresentaram forte recuperação nas receitas do primeiro semestre, após o levantamento das restrições de viagens no início de 2022, que desencadeou uma onda de demanda de passageiros.

O tráfego na Europa Ocidental está em cerca de 95% dos níveis pré-pandêmicos desde meados do ano, aumentando as receitas e devolvendo a rentabilidade aos maiores grupos no terceiro trimestre.

Por outro lado, a região da Ásia-Pacífico está experimentando problemas, principalmente por causa dos bloqueios contínuos da COVID-19 na China. As companhias aéreas chinesas registraram uma queda de 35% na receita e um prejuízo líquido de quase US$ 10 bilhões no primeiro semestre de 2022 – maior do que nos dois anos anteriores. Os resultados da segunda metade do ano provavelmente aumentarão esse déficit. É provável que isso seja compensado até certo ponto pelas companhias aéreas no restante da região, mas com o desempenho atual parece improvável que seja suficiente para compensar o déficit proveniente da China.

Classificação

Grupo de companhias aéreas

País

Receita (em milhões de US$)

Variação (%)

Resultado operacional

Margem operacional (%)

Resultado líquido

Margem líquida (%)

2022

2019

2022

22 x 21

22 x 19

 

2022

2022

2021

2020

2019

2022

2022

2021

2020

2019

1

1

Delta Air Lines

EUA

23,172

105

%

1

%

736

3

%

-5

%

-52

%

14

%

-205

-1

%

-5

%

-62

%

9

%

2

5

FedEx

EUA

23,072

8

%

23

%

1,599

7

%

7

%

2

%

6

%

1,402

6

%

7

%

3

%

6

%

3

2

American Airlines

EUA

22,321

94

%

-1

%

-706

-3

%

-8

%

-50

%

7

%

-1,159

-5

%

-11

%

-42

%

4

%

4

3

United Airlines

EUA

19,678

126

%

-6

%

-498

-3

%

-19

%

-28

%

9

%

-1,048

-5

%

-21

%

-35

%

6

%

5

4

Lufthansa

Alemanha

16,107

108

%

-23

%

-215

-1

%

-29

%

-31

%

2

%

-353

-2

%

-28

%

-39

%

-1

%

Se a indústria conseguir manter sua perda líquida no ano completo em torno da marca de US$ 10 a 15 bilhões, isso ainda é equivalente aos prejuízos anuais da indústria de 20 anos antes, como consequência da crise após os ataques de 11 de setembro.

O ranking de passageiros do World Airline Group da Cirium de 2021 e do primeiro semestre de 2022 é uma análise premium disponível no Cirium Dashboard. O relatório apresenta o seguinte:

  • Os 25 principais grupos de companhias aéreas por receita (em milhões de US$) de janeiro a junho de 2022

  • Os 100 principais grupos de companhias aéreas por receita (em milhões de US$) de 2021

  • Os resultados financeiros corporativos do grupo de companhias aéreas por região de janeiro a junho de 2022 (em bilhões de US$)

  • Os volumes de passageiros por região de janeiro a junho de 2022

  • Os resultados financeiros corporativos do grupo de companhias aéreas por região de 2019 a 2021 (em bilhões de US$)

Clique aqui para baixar o relatório completo.

Fim

Sobre a Cirium

A Cirium reúne dados e análises poderosos para manter o mundo em movimento. Ela oferece informações criadas a partir de décadas de experiência no setor, permitindo que as empresas de viagens, fabricantes de aeronaves, aeroportos, companhias aéreas e instituições financeiras, entre outros, tomem decisões lógicas e informadas que moldam o futuro das viagens, aumentando as receitas e melhorando as experiências dos clientes. A Cirium faz parte da RELX, uma fornecedora mundial de análises baseadas em informações e ferramentas de decisão para clientes profissionais e empresariais. As ações da RELX PLC são negociadas nas Bolsas de Valores de Londres, Amsterdã e Nova York a partir dos seguintes símbolos: Londres: REL; Amsterdã: REN; Nova York: RELX.

Para mais informações, siga as atualizações da Cirium no LinkedIn ou Twitter ou acesse www.cirium.com

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Ver a versão original em businesswire.com: https://www.businesswire.com/news/home/20221201005388/pt/

Contacts

Assessoria de Imprensa:

RP da Cirium: media@cirium.com
The PC Agency (Reino Unido e Europa): cirium@pc.agency
Dep. de Comunicação da Juliett Alpha (Américas): cirium@juliettalpha.com
TrainTracks (Japão): cirium@traintracks.jp