Mercado fechado

Novo Peugeot 208 "Mercosul" estreia em setembro de 2020

feedback@motor1.com (Leo Fortunatti)
Peugeot 208 2019

Nem Argentina, nem Brasil. Primeiro mercado na região será o Uruguai

Há tempos que a Peugeot não tinha um lançamento tão esperado por aqui quanto a nova geração do 208. Diversos flagras tanto na Argentina quanto no Brasil já denunciavam que ele chegaria ao mercado latino-americano em breve, mas agora a marca oficializa a data de lançamento na região: segundo semestre de 2020. A informação foi revelada em uma entrevista ao Autoblog Uruguai reproduzida pelo Autoblog Argentina

Gerente de produto do novo Peugeot 208, Nicolás Bonnardon, disse na entrevista que a produção do modelo começa na segunda metade do ano que vem, sendo que o Uruguai será o primeiro país da região a ter o carro a partir de setembro - podemos apostar que ele chegará ao Brasil alguns meses depois disso. Como já adiantado, a produção será na planta de El Palomar, na Argentina, que foi preparada para receber a plataforma CMP, a mesma do novo 2008. 

Mais sobre o 208

Bonnardon também confirmou que o 208 daqui será basicamente o mesmo carro da Europa, com algumas mudanças para o mercado local, provavelmente em equipamentos, suspensão e motorização (no Brasil será flex, por exemplo) Manterá itens como o painel de instrumentos digital elevado (i-cockpit) e detalhes internos que remetem ao Peugeot 3008. A variante elétrica, o e208, também virá ao mercado latino, mas ainda sem data definida. 

Peugeot 208 2019
Peugeot 208 2019

No Brasil, o novo 208 conviverá com o atual, que seguirá sendo produzido em Porto Real (RJ) como uma opção de entrada, o que indica que o novo hatch terá uma faixa de preços mais elevada, para enfrentar modelos como o VW Polo e Toyota Yaris, por exemplo. 

Notícias que circulam na Argentina dizem que as versões já foram definidas, com três opções de motorização. Manterá o 1.2 de três cilindros como opção de entrada, apenas com o câmbio manual de 5 marchas. A intermediária terá o 1.6 aspirado de 115 cv, com a opção de adotar a transmissão automática de 6 marchas. No topo de linha estará uma nova motorização, a 1.2 turbo com injeção direta de 130 cv e 20,4 kgfm, sempre com câmbio automático de 6 posições.

Fotos: divulgação