Mercado fechado

Novo Nissan X-Trail: eis o SUV médio que virá ao Brasil em 2021

br.info@motor1.com (Leo Fortunatti)
Nissan X-Trail 2021 (Rogue)

Chamado Rogue no mercado americano, assumirá a posição de modelo topo de linha da marca por aqui

Desde sua aparição durante o Salão de São Paulo de 2018, o Nissan X-Trail parece fazer parte dos planos da marca no Brasil. Meses depois, foi a vez do SUV aparecer em uma mensagem de natal, sendo que em 2019 os próprios executivos da marca confirmaram os planos para o SUV médio, mas esperavam uma nova geração. Pois agora aqui está, eis o Nissan X-Trail 2021, chamado de Rogue em alguns mercados como o norte-americano. 

Apesar de usar a mesma plataforma, a CMF-C/D, o SUV médio evoluiu o suficiente para ser uma nova geração. Tem 38 mm a menos de comprimento e 5 mm a menos de altura, mas mantém medidas como o entreeixos (2.705 mm). Por enquanto, temos apenas as informações sobre o modelo que será lançado nos Estado Unidos, com motor 2.5 aspirado de injeção direta, 183 cv e diversas melhorias em busca de consumo, como bomba de óleo variável e cilindros revestidos. O câmbio é automático do tipo CVT, e há opções de tração apenas dianteira ou integral.

Veja também

A principal evolução aparece na parte tecnológica. O Nissan X-Trail 2021 recebe a versão mais atualizada do Nissan Safety Shield 360 como item de série em todas as versões, que inclui sistema de frenagem automática com detector de pedestres, alerta de ponto-cego, alerta de tráfego traseiro cruzado, alerta de saída de faixa, farol alto automático e frenagem automática em marcha ré, além do alerta de presença no banco traseiro. Como opcional, o alerta de ponto-cego ganha uma função ativa, junto com o leitor de placas de tráfego e o piloto automático adaptativo.

O sistema de direção ProPilot, com ACC, teve radares e câmeras atualizados, ficando com atuação mais linear e suave. Além disso, na versão topo, ele se combina com o sistema de navegação, prevendo saídas de estrada e reduzindo a velocidade em curvas, além do sistema de tráfego, acelerando e desacelerando automaticamente, também sendo capaz de aumentar ou diminuir a velocidade ao ler as placas. 

Nissan X-Trail 2021 (Rogue)

O visual já tinha sido adiantado por um registro de patente no Brasil. O X-Trail adota os faróis duplos e se destaca pela famosa grade em V da Nissan, com sistema ativo de abertura. Em todas as versões, os faróis são full-LED, mas o neblina em LEDs depende da versão. Por dentro, o SUV ficou mais amigável para o uso familiar, tendo a chave presencial com possibilidade de abertura por qualquer porta (antes era apenas pela do motorista), portas traseiras com abertura ampliada, Isofix nos três lugares do banco traseiro e partida remota. Os bancos traseiros recebem a tecnologia de conforto que há no nosso Kicks e sistema de ar-condicionado de três zonas. 

Nissan X-Trail 2021 (Rogue)
Nissan X-Trail 2021 (Rogue)

Ainda em temos de praticidade, o X-Trail recebe a tampa traseira elétrica, cortinas nos vidros traseiros e bastante conectividade. Nas versões topo, o painel de instrumentos traz uma tela de 12,3" (as demais têm uma tela de 7" configurável, como o nosso Kicks) e o sistema multimídia tem uma tela flutuante de 9", conexões Apple CarPlay (sem fio) e Android Auto, além de Waze e Google Maps nativos. Um head-up display de 10,8" mostra as informações ao motorista sem precisar desviar a atenção. 

Nissan X-Trail 2021 (Rogue)

O X-Trail 2021 teve diversos sistema recalibrados. O câmbio CVT tem acionamento eletrônico, a suspensão recebeu mais pontos de fixação e um novo eixo multilink traseiro. O sistema Motion Control atua no motor, transmissão, tração (quando AWD) e direção conforme o uso do motorista, além de haver um seletor de modo de condução (Sport, Standart e Eco). O sistema AWD tem uma nova embreagem e também recebe modos de condução (off-road, snow, standart, eco e Sport). 

No Brasil

Por aqui, o Nissan X-Trail deve chegar em 2021. Muito se falou sobre sua versão e-Power (que será lançada em breve), híbrida para concorrer com o Toyota Rav4 Hybrid. Mas, ao mesmo tempo, existe a possibilidade de chegar também com o motor aspirado. Com isso, assumiria a posição de topo de gama da Nissan no Brasil.

Ouça nosso podcast:

 

Your browser does not support the audio element.

Fotos: divulgação