Mercado fechará em 46 mins
  • BOVESPA

    101.887,98
    +1.335,54 (+1,33%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.587,84
    -81,41 (-0,21%)
     
  • PETROLEO CRU

    40,64
    +0,61 (+1,52%)
     
  • OURO

    1.906,20
    -23,30 (-1,21%)
     
  • BTC-USD

    13.049,06
    +1.992,05 (+18,02%)
     
  • CMC Crypto 200

    263,32
    +7,22 (+2,82%)
     
  • S&P500

    3.452,56
    +17,00 (+0,49%)
     
  • DOW JONES

    28.363,91
    +153,09 (+0,54%)
     
  • FTSE

    5.785,65
    +9,15 (+0,16%)
     
  • HANG SENG

    24.786,13
    +31,71 (+0,13%)
     
  • NIKKEI

    23.474,27
    -165,19 (-0,70%)
     
  • NASDAQ

    11.657,00
    -34,25 (-0,29%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5966
    -0,0534 (-0,80%)
     

Novo Kia Sportage 2022 estreia em abril com componentes do Tucson

br.info@motor1.com (Dyogo Fagundes)
·1 minuto de leitura
Kia Sportage 1.6 T-GDI AWD (2020) im Test
Kia Sportage 1.6 T-GDI AWD (2020) im Test

Nova geração promete design enquadrado nas mais recentes diretrizes da marca

À venda no mercado internacional desde 2015, a atual geração do Kia Sportage parece cada vez mais próxima de se aposentar. De acordo com a imprensa sul-coreana, o projeto que trata do desenvolvimento de uma linhagem completamente nova segue a todo vapor e não deve demorar mais do que 6 meses para ser concluído. Não por acaso, o lançamento do novo modelo já tem até data programada: abril de 2021.

Detalhes específicos ainda são desconhecidos, mas as expectativas são altas. O Sportage é um dos veículos mais vendidos da Kia no mundo e está inserido em um segmento altamente competitivo. Nesse sentido, tudo indica que o nível de evolução será considerável e comparado ao do novo Hyundai Tucson, que emprestará para o primo diversas soluções tecnológicas e mecânicas.

Internamente, o projeto do Sportage 2022 atende pelo codinome “NQ5” e contempla pelo menos duas variantes diferentes. Assim como no Tucson 2021, haverá uma configuração com entre-eixos tradicional semelhante ao modelo de hoje e outra alongada destinada a mercados específicos. Mecanicamente, os motores 1.6 T-GDI de até 180 cv e 1.6 turbodiesel 136 cv serão compartilhados com o modelo da Hyundai.

Leia também:

Haverá ainda variantes eletrificadas, tanto híbrida-leve de 48 volts quanto híbrida PHEV com sistema plug-in. Neste último caso, o conjunto será formado pelo motor 1.6 turbo associado ao motor elétrico de 60 cv (44,2 kW), além de um bateria de íon-lítio de 1,49 kWh. A potência combinada será de 230 cv e o torque de 35,7 kgfm. A transmissão será automática de 6 marchas, com opção de tração integral.


Source: The Korean Car Blog