Mercado abrirá em 9 h 34 min
  • BOVESPA

    120.061,99
    -871,79 (-0,72%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.867,62
    +338,65 (+0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    61,07
    -0,28 (-0,46%)
     
  • OURO

    1.794,80
    +1,70 (+0,09%)
     
  • BTC-USD

    53.922,07
    -2.062,60 (-3,68%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.245,49
    -17,47 (-1,38%)
     
  • S&P500

    4.173,42
    +38,48 (+0,93%)
     
  • DOW JONES

    34.137,31
    +316,01 (+0,93%)
     
  • FTSE

    6.895,29
    +35,42 (+0,52%)
     
  • HANG SENG

    28.770,65
    +148,73 (+0,52%)
     
  • NIKKEI

    29.099,93
    +591,38 (+2,07%)
     
  • NASDAQ

    13.904,00
    -15,25 (-0,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7079
    +0,0059 (+0,09%)
     

Novo iPad Pro chega com chip tão rápido quanto o Apple M1, diz informante

Diego Sousa
·2 minuto de leitura

A Apple prepara uma atualização da sua linha iPad Pro para o mês de abril e são esperadas melhorias no desempenho "ao nível dos recentes MacBooks com processador Apple M1", segundo fontes próximas à Maçã ouvidas pelo jornalista Mark Gurman. Ao que tudo indica, a geração 2021 do iPad Pro também deve ser a próxima a contar com um chip baseado na arquitetura da própria empresa.

Infelizmente, não há informações se a Apple estaria preparando uma nova plataforma especificamente para dispositivos móveis baseada na arquitetura ARM ou se os novos iPad Pro também utilizariam o chip dos MacBooks. De qualquer maneira, a expectativa é que o salto em desempenho quando comparado com o iPad Pro 2020, lançado com o Apple A12Z, seja gigantesco, ao passo que o novo processador da Apple representou para a linha de notebooks.

Se confirmado, a alternativa também tornaria os novos tablets da empresa mais espessos do que as gerações anteriores, mas isso não seria uma coisa ruim, já que permitiria à Apple adicionar mais recursos e, além disso, daria mais espaço para o resfriamento do processador. Até o momento, a única informação que temos para se basear é que o dispositivo seria equipado com um chipset no mesmo nível do presente nos MacBook e Mac mini.

(Imagem: Reprodução/Apple)
(Imagem: Reprodução/Apple)

A reportagem também cita a presença de um painel MiniLED no novo iPad Pro. Em novembro do ano passado, o analista Ming-Chi Kuo já havia adiantado mais detalhes sobre a estreia da tecnologia no tablet, reforçando que a Apple ainda deve lançar outros produtos com esse tipo de tela, caso das linhas iPad, iPad mini e MacBook.

Como o nome já indica, a tecnologia MiniLED pega os LEDs tradicionais e os torna menores. Na prática, isso significa imagens mais brilhantes e coloridas, além de níveis de contraste mais evidentes do que o LED tradicional. Além disso, com a tecnologia, os dispositivos teriam menos problemas como tela-fantasma, defeito que causa descoloração de uma parte da tela, bastante comum em visores OLED. Segundo as informações, o novo iPad Pro viria em dois tamanhos — 11 polegadas e 12,9'' —, embora somente a versão maior traria a tecnologia MiniLED.

O jornalista menciona, ainda, melhorias no departamento de câmeras e a adoção da porta Thunderbolt, padrão usado pela Apple para transferência e recebimento de dados. Se confirmado, o permitira ao tablet transferir dados em até 40 Gbps de velocidade, até 4x mais rápido do que os modelos atuais.

Além dos novos iPad Pro, o evento de abril deve apresentar os AirTags, dispositivos de localização da Apple, a nova geração dos fones de ouvido AirPods e o novo iPhone SE. Continue acompanhando o Canaltech para não perder nenhuma novidade!

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: