Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.672,26
    +591,96 (+0,60%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.741,50
    +1.083,60 (+2,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    107,06
    -0,56 (-0,52%)
     
  • OURO

    1.828,10
    -2,20 (-0,12%)
     
  • BTC-USD

    21.262,88
    +70,67 (+0,33%)
     
  • CMC Crypto 200

    462,12
    +8,22 (+1,81%)
     
  • S&P500

    3.911,74
    +116,01 (+3,06%)
     
  • DOW JONES

    31.500,68
    +823,28 (+2,68%)
     
  • FTSE

    7.208,81
    +188,36 (+2,68%)
     
  • HANG SENG

    21.719,06
    +445,16 (+2,09%)
     
  • NIKKEI

    26.491,97
    +320,77 (+1,23%)
     
  • NASDAQ

    12.132,75
    -7,75 (-0,06%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5524
    +0,0407 (+0,74%)
     

Novo iOS 16 esconde pistas sobre Tela Always-On do iPhone 14 Pro

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Durante a WWDC 2022 da última segunda-feira (6) a Apple revelou novidades do futuro iOS 16 com grande foco em customização. Apenas um dia depois, códigos descobertos pelo site 9to5Mac fazem referência à Tela Sempre Ativa (ou Always-On Display), indicando que o recurso está em desenvolvimento e pode chegar ainda este ano.

Com a liberação da primeira versão de testes beta para desenvolvedores, várias referências descobertas pelo 9to5Mac apontam que o iOS 16 oferece suporte para a Tela Sempre Ativa, mas seu lançamento pode ser exclusivo para o iPhone 14 Pro e iPhone 14 Pro Max.

Nova tela de bloqueio do iOS 16 esconde referências à Tela Sempre Ativa (Imagem: Reprodução/Apple)
Nova tela de bloqueio do iOS 16 esconde referências à Tela Sempre Ativa (Imagem: Reprodução/Apple)

"Dentro do iOS 16 existem três novos frameworks que se relacionam com o gerenciamento de luz de fundo da tela do iPhone", afirma o site, destacando que o gerenciamento de luz de fundo "é um aspecto essencial" para ativar o Always-On Display.

Cada framework inclui referências para uma capacidade da Tela Sempre Ativa, e o site destaca que todos eles são utilizados por diferentes componentes do iOS, incluindo a tela de bloqueio.

Outro grande detalhe está na descoberta de múltiplas referências à tela always-on no Springboard, recurso que gerencia a tela de bloqueio e a tela de início do iOS.

Tela Sempre Ativa do iOS 16 pode ser exclusiva do iPhone 14 Pro e deve manter customizações dos usuários (Imagem: Victor Carvalho/Canaltech)
Tela Sempre Ativa do iOS 16 pode ser exclusiva do iPhone 14 Pro e deve manter customizações dos usuários (Imagem: Victor Carvalho/Canaltech)

Também é dito que há recursos no iOS 16 para permitir que engenheiros e desenvolvedores da Apple possam testar a tela always-on em dispositivos não suportados. Assim, modelos como o iPhone 13 Pro podem ser usados para testar o recurso antes do lançamento — que pode ser exclusivo do iPhone 14 Pro e 14 Pro Max.

O recurso não seria levado para outros smartphones com o objetivo de destacar os novos modelos premium e não comprometer o consumo de energia em smartphones antigos.

Pro Motion do iPhone 13 Pro oferece mínimo de 10 Hz, e iPhone 14 Pro pode levar taxa mínima até 1 Hz para maior economia de energia (Imagem: Reprodução/Apple)
Pro Motion do iPhone 13 Pro oferece mínimo de 10 Hz, e iPhone 14 Pro pode levar taxa mínima até 1 Hz para maior economia de energia (Imagem: Reprodução/Apple)

A tela do iPhone 13 Pro e iPhone 13 Pro Max, por exemplo, permite taxa de atualização variável entre 10 Hz e 120 Hz, mas com o iPhone 14 Pro e 14 Pro Max a Apple pode levar a taxa de atualização para um mínimo de 1 Hz (uma atualização por segundo) com objetivo de preservar a bateria dos smartphones.

O iOS 16 pode conter ainda mais segredos a ser desvendados indicando o futuro do sistema para próximos dispositivos, e novidades devem surgir ainda nos próximos dias.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos