Mercado fechado

Novo indicador global reflete estragos do vírus na economia

Catherine Bosley
1 / 2

Novo indicador global reflete estragos do vírus na economia

(Bloomberg) -- O impacto do surto de coronavírus na economia global é o mais forte desde a crise financeira ocorrida há mais de uma década, segundo o Instituto Econômico Suíço KOF.

O índice de atividade do instituto, baseado em um novo termômetro, caiu para o nível mais baixo desde 2009 neste mês. E talvez ainda venha coisa pior, já que o relatório nem leva em consideração a propagação do vírus fora da Ásia.

Com a piora da situação e mais governos obrigados a responder com medidas mais drásticas, como o bloqueio nacional na Itália, existe uma crescente preocupação de que o impacto econômico possa levar a recessões generalizadas.

Enquanto mercados financeiros precificam expectativas de desaceleração, estatísticas como desemprego ou PIB ainda não captaram a extensão do impacto na economia global resultante do surto de coronavírus. O indicador KOF, compilado com a Fundação Getulio Vargas, visa preencher essa lacuna com base em mais de 600 pontos de dados de todo o mundo.

Em apenas uma semana, os casos de vírus na Europa deram um salto, a Itália foi colocada em quarentena e companhias aéreas cancelaram milhares de voos. A rápida crise econômica é refletida na queda de 14 pontos do indicador de condições atuais, uma baixa recorde de um mês com base em dados compilados desde 1991.

“Depois de indicar uma tendência de melhora nos dois primeiros meses deste ano, as perspectivas econômicas se deterioraram consideravelmente”, afirmou o KOF.

Para contatar o editor responsável por esta notícia: Daniela Milanese, dmilanese@bloomberg.net

Repórter da matéria original: Catherine Bosley Zurich, cbosley1@bloomberg.net

Para entrar em contato com os editores responsáveis: Fergal O'Brien, fobrien@bloomberg.net, Craig Stirling

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2020 Bloomberg L.P.