Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.580,79
    +234,97 (+0,21%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.304,04
    -72,85 (-0,14%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,43
    +0,66 (+0,60%)
     
  • OURO

    1.864,40
    -1,00 (-0,05%)
     
  • BTC-USD

    29.625,00
    +426,85 (+1,46%)
     
  • CMC Crypto 200

    660,74
    +4,91 (+0,75%)
     
  • S&P500

    3.941,48
    -32,27 (-0,81%)
     
  • DOW JONES

    31.928,62
    +48,38 (+0,15%)
     
  • FTSE

    7.484,35
    -29,09 (-0,39%)
     
  • HANG SENG

    20.112,10
    -357,96 (-1,75%)
     
  • NIKKEI

    26.597,91
    -150,23 (-0,56%)
     
  • NASDAQ

    11.805,50
    +34,50 (+0,29%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1655
    -0,0067 (-0,13%)
     

Novo iMac Pro pode ter M1 Max turbinado com 12 núcleos de CPU

·2 min de leitura

A Apple apresentou os chips M1 Pro e M1 Max com desempenho impressionante para o novo MacBook Pro. Mas a empresa ainda tem planos mais surpreendentes para os futuros Macs que estreiam nos próximos meses, incluindo versões monstruosas do M1 Max.

M1 Max pode ganhar versão ainda mais poderosa este ano (Imagem: Reprodução/Apple)
M1 Max pode ganhar versão ainda mais poderosa este ano (Imagem: Reprodução/Apple)

Segundo informações obtidas pelo informante DylanDKT, o próximo iMac Pro pode ganhar uma configuração adicional superior ao M1 Max.

Um processador com CPU de 12 núcleos é citado e está ligado a um código que faz referência ao novo iMac, que pode ser chamado de iMac Pro.

O atual M1 Max conta com CPU de 10 núcleos, sendo 8 de desempenho e 2 de consumo energético. Com a nova versão teríamos 10 núcleos de desempenho e 2 de consumo.

Enorme M1 Max pode ganhar versões mais poderosas, uma com 12 núcleos de CPU e outras com até 40 núcleos (Imagem: Reprodução/Apple)
Enorme M1 Max pode ganhar versões mais poderosas, uma com 12 núcleos de CPU e outras com até 40 núcleos (Imagem: Reprodução/Apple)

Há rumores sólidos sobre a possibilidade de a Apple apresentar duas versões do M1 Max: um modelo “Duo” combinando dois processadores para até 20 núcleos de CPU e até 64 núcleos de GPU e um modelo “Quadra” com quatro chips combinados, resultando em 40 núcleos de CPU e 128 núcleos de GPU.

A versão com CPU de 12 núcleos do M1 Max seria destinada aos modelos “Pro”, mas informações sobre a possibilidade de combinação em versões Duo e Quadra ainda são desconhecidas.

M1 Max pode ser combinado em versões com dois ou até quatro processadores para desempenho extremo (Imagem: Reprodução/@Frederic_Orange)
M1 Max pode ser combinado em versões com dois ou até quatro processadores para desempenho extremo (Imagem: Reprodução/@Frederic_Orange)

O próprio Dylan revelou a possibilidade de que o Mac Pro seja apresentado com processador baseado no M1 Max em vez do M2, que será destinado aos Macs de entrada e mais baratos da nova geração.

Ainda não sabemos se a Apple deve manter o nome de M1 Max com alguma mudança categórica para indicar o salto de desempenho ou avançar a nomenclatura para a próxima geração, sendo chamado, portanto, de M2 Max. Também é possível que a marca apenas mantenha o mesmo nome, algo já feito no chipset Apple A15 Bionic que conta com diferentes configurações para a linha iPhone 13 e até para o iPad Mini 6. Mais detalhes devem surgir em breve.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos