Mercado abrirá em 1 h 22 min
  • BOVESPA

    112.291,59
    +413,06 (+0,37%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    43.934,21
    +259,38 (+0,59%)
     
  • PETROLEO CRU

    46,06
    +0,42 (+0,92%)
     
  • OURO

    1.843,20
    +2,10 (+0,11%)
     
  • BTC-USD

    18.973,93
    -283,65 (-1,47%)
     
  • CMC Crypto 200

    372,22
    -2,19 (-0,58%)
     
  • S&P500

    3.666,72
    -2,29 (-0,06%)
     
  • DOW JONES

    29.969,52
    +85,73 (+0,29%)
     
  • FTSE

    6.539,58
    +49,31 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    26.835,92
    +107,42 (+0,40%)
     
  • NIKKEI

    26.751,24
    -58,13 (-0,22%)
     
  • NASDAQ

    12.502,00
    +39,75 (+0,32%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2472
    +0,0112 (+0,18%)
     

Novo Hyundai Creta 2021 chega ao México e fica mais próximo do Brasil

br.info@motor1.com (Dyogo Fagundes)
·2 minuto de leitura
Novo Hyundai Creta - México
Novo Hyundai Creta - México

Nova geração desembarca no país em quatro versões e duas opções de motorização

Depois de apresentada em importantes mercados da Ásia, como China e Índia, a nova geração do Hyundai Creta desembarca agora na América Latina. Um dos primeiros países da região a receber o modelo é o México, onde o SUV estreia com portfólio formado por quatro versões e duas opções de motorização. Os preços variam entre $ 343.000 $ 440.000 pesos (cerca de R$ 92.610 e R$ 118.800 numa conversão direta).

Visualmente, o exterior não muda em relação ao carro que já é vendido em mercados asiáticos. Diante disso, tudo leva a crer que o polêmico design será global e não deve variar de acordo com a região. A única exceção será o interior, que mudou na versão indiana e se tornou padrão para os demais países. Na China, exclusivamente, a cabine tem central multimídia vertical e pegada mais futurista.

Mecanicamente, consumidores mexicanos podem escolher entre duas opções de motorização: 1.5 aspirado de 115 cv e 1.4 turbo a gasolina com 140 cv. O câmbio poderá ser manual de 6 marchas, automático CVT ou automatizado de 7 velocidades, dependendo da versão. No caso da primeira motorização, a Hyundai promete consumo de 13,1 km/l na cidade e 18,2 km/l na estrada. Na segunda, 13,2 km/l e 18,2 km/l, respectivamente.

Leia também:

Nesta nova geração, o Creta ficou mais comprido, largo e ligeiramente mais baixo que a anterior. Ao todo, são 4,30 metros de comprimento, 1,79 metro de largura e 1,62 metro de altura. Para efeito de comparação, o Creta atual mede 4,27 metros, 1,78 m e 1,63, respectivamente. A distância entre-eixos também foi modificada e agora chega aos 2,61 metros - ganho de 2 centímetros.

O portfólio é composto pelas versões GL, GLS, GLS Premium e Limited Turbo. Desde a básica, são de série itens como rodas de liga-leve, faróis automáticos, vidros elétricos, saída de ar-condicionado para a segunda fileira, monitor de pressão dos pneus, sistema de entretenimento com tela de 8 polegadas, quatro alto-falantes e compatibilidade com Android Auto e Apple CarPlay.

Novo Hyundai Creta - México
Novo Hyundai Creta - México

Os modelos mais caros adicionam equipamentos como chave inteligente, faróis de LED, freio de estacionamento eletrônico, volante com ajuste de profundidade, multimídia com tela de 10,25" , banco do motorista com ajuste elétrico, ar-condicionado automático, espelho retrovisor eletrocrômico, câmera de ré e carregar sem fio para smartphones.

Novo Creta no Brasil

No Brasil, o Creta é vendido desde 2017 e, considerando as movimentações da concorrência, o lançamento da nova geração não deve demorar para acontecer. A estreia é aguardada para 2021 e, a exemplo dos mercados internacionais, o polêmico design provavelmente também será adotado por aqui. A conferir.

Fotos: Divulgação