Mercado abrirá em 9 h 46 min
  • BOVESPA

    109.786,30
    +2.407,38 (+2,24%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    42.736,48
    +469,28 (+1,11%)
     
  • PETROLEO CRU

    45,44
    +0,53 (+1,18%)
     
  • OURO

    1.807,20
    +2,60 (+0,14%)
     
  • BTC-USD

    18.996,97
    -71,52 (-0,38%)
     
  • CMC Crypto 200

    378,07
    +8,32 (+2,25%)
     
  • S&P500

    3.635,41
    +57,82 (+1,62%)
     
  • DOW JONES

    30.046,24
    +454,97 (+1,54%)
     
  • FTSE

    6.432,17
    +98,33 (+1,55%)
     
  • HANG SENG

    26.868,29
    +280,09 (+1,05%)
     
  • NIKKEI

    26.625,56
    +459,97 (+1,76%)
     
  • NASDAQ

    12.165,25
    +89,25 (+0,74%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4016
    +0,0047 (+0,07%)
     

Novo Honda Civic 2022 ganha linhas de Accord para agradar público conservador

br.info@motor1.com (Daniel Messeder)
·4 minuto de leitura
Novo Honda Civic 2022 - Video
Novo Honda Civic 2022 - Video

Modelo de 11ª geração é revelado em forma de conceito e perde a variante cupê

Já virou tradição: enquanto as gerações de número par do Honda Civic são mais ousadas, as ímpares dão um passo mais tímido na evolução. Pois a 11ª encarnação do modelo não foge à regra e, como esperado pelo que vimos nos protótipos camuflados, aposta num estilo conservador que aproveita muitas das soluções do irmão maior Accord. O resultado, antecipado por esta versão conceitual mostrada pela Honda dos EUA, deve dividir opiniões.

De um lado, os fãs do arrojado Civic atual poderão torcer o nariz tanto para o estilo externo quanto para o interior mais limpo. Já quem prefere o arquirrival Toyota Corolla pode gostar desta nova proposta da Honda, pois suas linhas clássicas seguem mais fielmente o estilo três-volumes, com uma traseira mais bem-definida - e o que interessa no fim do dia são as vendas, que têm sido favoráveis ao concorrente.

Sendo assim, a parte mais chamativa do novo Civic 2022 mostrado nesta quarta-feira (18) é a cor Solar Flare Pearl, uma espécie de laranja brilhante. Para quem aprecia a pegada esportiva, a Honda já adiantou que continuará a oferecer as versões Si e Type R, mas, em contrapartida, vai parar a produção da carroceria cupê (hoje vendida no Brasil como importada). O modelo de produção do novo Civic será lançado nos EUA em meados de 2021 (entre maio e junho), primeiro na carroceria sedã e depois na hatch, seguidas das variantes apimentadas.

Considerando a boa acolhida do Civic G10 entre os millennials norte-americanos, a Honda promete que a 11ª geração vai continuar mirando o público mais jovem com "um chassi ainda mais esportivo, uma dinâmica mais divertida, powertrains mais poderosos e eficientes em economia de combustível, vários recursos tecnológicos e avanços adicionais em segurança ativa e passiva".

Honda Civic Prototype 2022 - Fotos ao vivo
Honda Civic Prototype 2022 - Fotos ao vivo
Honda Civic Prototype 2022 - Fotos ao vivo
Honda Civic Prototype 2022 - Fotos ao vivo

Na parte de design, a Honda destaca que deixou a linha de cintura mais baixa de modo a melhorar a iluminação e a visibilidade da cabine. Pelo mesmo motivo, as colunas A foram reposicionadas mais à frente e os retrovisores agora são apoiados nas portas. Repare que a lateral ficou mais plana, sem aquela linha ascendente que seguia rumo à traseira curta, enquanto que as caixas de roda foram ressaltadas.

Ainda na linha tradicionalista, o capô ficou mais longo e plano, ao passo que a grade agora não possui mais "sobrancelhas" sobre os faróis, estes agora muito semelhantes aos do Accord. Na traseira, a inspiração no irmão maior também é nítida, como podemos ver pelas lanternas horizontais no lugar das anteriores em formato bumerangue.

O conceito antecipa uma versão esportiva, notadamente a Si, como deixa claro pelas peças pintadas em preto: grades, rodas, retrovisores e o extrator traseiro. Na tampa do porta-malas há ligeiro spoiler que faz par com a antena de teto tipo barbatana de tubarão. Pelos flagras de protótipos, a variante Type R vai preservar grande asa traseira, embora um pouco menor e mais discreta que a atual.

Honda Civic Prototype 2022
Honda Civic Prototype 2022

As linhas sóbrias e horizontais também poderão ser observadas do lado de dentro, uma vez que o painel foi completamente redesenhado e abandonou aquele formato mais voltado ao motorista. A nova central multimídia de 9" agora é do tipo tablet, no alto do painel, e não mais integrada na peça, enquanto o cluster passará a ser totalmente digital - o atual tem uma tela de 7" central e instrumentos laterais analógicos. O volante também muda e acompanha o do Accord, enquanto que as saídas de ar passam a ser unidas e mais finas, lembrando os carros da Audi.

Na parte de segurança, a Honda destaca que o novo Civic 2022 virá com uma versão mais refinada e completa do Honda Sensing, sistema que engloba assistentes à condução como piloto automático adaptativo e frenagem autônoma de emergência, além de dizer que a carroceria terá sua rigidez reforçada para melhorar a proteção dos ocupantes em impactos. A marca também fala em novos tipos de airbags, dando a entender que pode equipar o carro com o airbag central traseiro que estreou na nova geração do Fit.

Honda Civic Prototype 2022 - Fotos ao vivo
Honda Civic Prototype 2022 - Fotos ao vivo
Honda Civic Prototype 2022 - Fotos ao vivo
Honda Civic Prototype 2022 - Fotos ao vivo

Como trata-se de uma apresentação prévia, a Honda ainda não divulgou nada em termos de medidas, versões e motorização. Nos bastidores, fala-se em manter o motor 2.0 aspirado para as versões de entrada e ampliar o uso do 1.5 turbo, inclusive em variantes eletrificadas. Já o Type R deve manter o atual 2.0 turbo, mas também tem chances de receber um pequeno motor elétrico e se tornar híbrido.

Segunda geração do Civic desenvolvida nos EUA, o novo modelo ainda não tem previsão de chegada ao Brasil. Pelo cronograma tradicional da Honda, ele deveria se tornar nacional em meados de 2022, mas já há rumores de que o Civic pode deixar de ser feito no país para dar lugar à nova geração do HR-V, visto que os SUVs têm dominado cada vez mais o espaço dos sedãs médios em nosso mercado. Por outro lado, será que a Honda abriria mão de um segmento tão tradicional para ela e com um modelo que é o atual segundo colocado, com média de vendas mensal na casa de 2,5 mil unidades? É esperar para ver.

Veja também:

Your browser does not support the audio element.

Fotos: divulgação