Mercado abrirá em 1 h 22 min

Novo cometa é descoberto pelo observatório espacial SOHO, que já encontrou 4 mil

Daniele Cavalcante
·2 minutos de leitura

Nesta segunda-feira (15), um novo cometa foi descoberto através de dados do Observatório Solar e Heliosférico, conhecido também como SOHO, que é uma missão conjunta das agências espaciais NASA e ESA. Com a nova descoberta, o SOHO chega ao incrível marco de 4.000 cometas encontrados em seus 25 anos de história.

O cometa da vez foi apelidado de SOHO-4000 e está aguardando uma nomeação oficial do Minor Planet Center - organização oficial encarregada de coletar dados observacionais de asteroides e cometas, calculando suas órbitas e publicando todas as informações a respeito. Assim como acontece com maioria dos cometas descobertos pelo telescópio espacial SOHO, o novo cometa faz parte da família Kreutz. A família Kreutz é um grupo de cometas rasantes, conhecidos por terem órbitas que os colocam extremamente próximos do Sol no periélio (ponto do trajeto orbital em que um objeto espacial fica mais próximo do Sol). Acredita-se que toda essa família seja formada por fragmentos de um grande cometa que se partiu séculos atrás.

O 4.000º cometa descoberto pelo SOHO é visto aqui em uma imagem da sonda ao lado do cometa de número 3.999. Os dois estão relativamente próximos a cerca de 1 milhão de milhas de distância, um indicio de que eles podem ter sido parte de um mesmo objeto no passado (Imagem: ESA/NASA/SOHO/Karl Battams)
O 4.000º cometa descoberto pelo SOHO é visto aqui em uma imagem da sonda ao lado do cometa de número 3.999. Os dois estão relativamente próximos a cerca de 1 milhão de milhas de distância, um indicio de que eles podem ter sido parte de um mesmo objeto no passado (Imagem: ESA/NASA/SOHO/Karl Battams)

Quando o SOHO-4000 foi detectado, estava com brilho extremamente fraco e próximo ao Sol. Isso significa que o SOHO é o único observatório que avistou o cometa, pois seria impossível encontrá-lo da Terra com ou sem um telescópio. O SOHO, no entanto, é um observatório instalado em uma sonda espacial, na órbita terrestre. Lançado em 1995, ele tem como principal objetivo estudar o Sol, mas durante sua missão acabou se tornando também o maior localizador de cometas da história da humanidade.

Foi Trygve Prestgard, um cientista-cidadão (amadores que dedicam tempo livre para ajudar cientistas profissionais em determinados estudos e projetos), quem fez a descoberta do SOHO-4000. “Estou envolvido ativamente no projeto Sungrazer há cerca de oito anos. Meu trabalho com sungrazers foi o que solidificou meu interesse de longo prazo pela ciência planetária”, disse Prestgard. "Gosto da sensação de descobrir algo que antes era desconhecido”, declarou.

O Projeto Sungrazer é um projeto financiado pela NASA que surgiu por causa das descobertas de cometas por cientistas cidadãos desde o início da missão do SOHO. O nome vem do termo em inglês para “cometas rasantes”. No total, Prestgard já descobriu cerca de 120 cometas usando dados do SOHO e de outra missão da NASA, chamada STEREO.

Fonte: Canaltech