Mercado fechado
  • BOVESPA

    115.667,78
    +440,32 (+0,38%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.151,38
    -116,95 (-0,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,56
    +0,34 (+0,54%)
     
  • OURO

    1.802,20
    +4,30 (+0,24%)
     
  • BTC-USD

    49.899,49
    +1.141,81 (+2,34%)
     
  • CMC Crypto 200

    979,60
    -35,32 (-3,48%)
     
  • S&P500

    3.925,43
    +44,06 (+1,14%)
     
  • DOW JONES

    31.961,86
    +424,51 (+1,35%)
     
  • FTSE

    6.658,97
    +33,03 (+0,50%)
     
  • HANG SENG

    29.718,24
    -914,40 (-2,99%)
     
  • NIKKEI

    29.671,70
    0,00 (0,00%)
     
  • NASDAQ

    13.327,25
    +25,25 (+0,19%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5793
    -0,0312 (-0,47%)
     

Novo CEO da Amazon diz que videogames são um dos compromissos da empresa

Wagner Wakka
·2 minuto de leitura

Andy Jassy, novo CEO da Amazon a suceder Jeff Bezos, está interessado no braço de games da empresa. A Bloomberg teve acesso a e-mails internos enviados pelo executivo em que ele mostra apoio a Mike Franzini, chefe do Amazon Game Studios.

O executivo deve entrar no lugar de Bezos somente no terceiro trimestre deste ano. Contudo, no e-mail, ele citou uma matéria da Bloomberg que relatava as dificuldades da Amazon em emplacar no setor de games. A empresa já lançou dois grandes títulos e nenhum deles foi bem recebido pela crítica e jogadores.

“Alguns negócios deslancham no primeiro ano, outros em vários anos. Embora nós ainda não tenhamos sucesso consistente com o Amazon Game Studios, eu acredito que nós vamos conseguir se segurarmos as pontas”, disse Jassy no e-mail.

Apesar de a Amazon já ter investido "bilhões de dólares" no segmento e ainda não ter obtido qualquer sucesso, Jassy disse que acredita nos negócios de games da companhia: “Ser sucedido logo de cara é obviamente menos estressante, mas, quando demora, é mais doce. Eu acredito que esse time vai chegar lá se estivermos focados nas coisas mais importantes”.

A reportagem da Bloomberg relatou que o estúdio tinha uma cultura “de brothers”, que excluía mulheres e as levava a abandonar os projetos. Franzinil, por outro lado, disse que há “zero tolerância para este tipo de comportamento”.

Ainda assim, o chefe do Amazon Game Studios é criticado por nunca ter trabalhado no desenvolvimento de jogos até ser indicado como chefe do estúdio. De acordo com a reportagem da Bloomberg, a falta de experiência do executivo é assunto recorrente com críticas dos funcionários.

“Aprendemos e melhoramos muito pelo caminho e eu me incluo nisso, nós vamos continuar neste caminho. Fazer jogos incríveis é difícil e nós não vamos sempre conseguir fazer tudo certinho”, apontou para a equipe.

Atualmente, o Amazon Game Studio setá desenvolvimento New World, um título de RPG com cronograma de lançamento para 2021, ainda sem data específica para chegar ao mercado.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: